Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Honda HR-V 2023: o que melhorou e piorou no SUV com motor 1.5 do City

Nova geração do SUV compacto estreia com motor mais eficiente e com sistemas semiautônomos de série em todas as versões

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 9 ago 2022, 17h36 - Publicado em 1 jul 2022, 13h00

A teoria do “menos é mais” pode ser convenientemente aplicada em alguns casos. O Honda HR-V 2023, de nova geração, começa a ser vendido no Brasil em agosto com o mesmo motor 1.5 aspirado com injeção direta de 126 cv que equipa o City. Ele substitui o 1.8 de 140 cv sem buscar desempenho, mas figurar entre os SUVs compactos mais econômicos do Brasil.

Os preços do HR-V 2023 serão divulgados apenas no lançamento, daqui a um mês. Neste primeiro contato com o carro, porém, pudemos dirigir o HR-V mais fraco e tivemos acesso ao conteúdo de todas as versões, até mesmo ao das versões com o novo motor 1.5 turbo flex que serão lançadas apenas em outubro – quando seus números de potência e torque também serão revelados.

Como anda o novo HR-V?

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

De acordo com os números de consumo homologados pela fabricante junto ao Conpet, o Honda HR-V 2023 com motor aspirado faz 12,7 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada quando com gasolina e 8,8 km/l e 9,8 km/l, respectivamente, quando com etanol. O HR-V 2021 1.8 registrava 11 km/l na cidade e 12,3 km/l na estrada (gasolina) e 7,7 km/l e 8,6 km/l, respectivamente, com etanol.

É um dos mais eficientes do Brasil, no mesmo patamar de Nissan Kicks e Chevrolet Tracker 1.0 turbo, mas ainda fica atrás do Fiat Pulse. Mas só de figurar entre os mais eficientes já é uma evolução notável. A Honda só não divulgou números de desempenho.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

Não pudemos realizar nossos próprios testes e posicionar o HR-V 2023 em nosso ranking de consumo: esse primeiro contato com o SUV foi dentro da sede da Honda, em Sumaré (SP).

O Honda HR-V foi disponibilizado em uma pista com alguns obstáculos para simular comportamentos dinâmicos. Nas acelerações, pouca empolgação: o câmbio atua muito bem para o SUV ter boas arrancadas e não parecer pesado como outros modelos com câmbio CVT. Neste caso, também é o mesmo do City, que simula sete marchas e é capaz de interpretar desacelerações e frenagens para forçar o freio-motor. Ou seja, minimiza ao máximo as piores sensações proporcionadas por esse tipo de câmbio.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

A pista da Honda ainda tem um trecho feito para reproduz o péssimo asfalto de algumas regiões da cidade de São Paulo, com ondulações, remendos e valetas. A ideia era mostrar o resultado do esforço da fabricante japonesa em adequar as suspensões do HR-V à realidade brasileira.

A Honda se preocupou em aumentar o curso do amortecedor com a ajuda de um stop de poliuretano de densidade mais especifica e com um flange com mais borracha, cuja missão é conter a movimentação lateral do conjunto. Barra estabilizadora dianteira mais rígida e bieletas com atrito reduzido completam a suspensão com acerto próprio para o Brasil. O vão livre do solo do Honda HR-V aumentou de 17,7 cm para 18,5 cm.

Honda HR-V Touring 1.5 turbo 2023
Honda HR-V Touring será lançado apenas em outubro Caio Mattos/Honda/Honda

É uma mudança um tanto radical. Até então o HR-V era um dos SUVs compactos com mais vocação urbana. Tinha rodar firme e era baixo para um SUV. Agora proporciona maior conforto de rodagem ao filtrar melhor as imperfeições, porém permite uma maior inclinação da carroceria em curvas. Pelo menos a carroceria inclina, apoia-se na suspensão, e completa a curva sem passar insegurança.

A Honda diz ter tornado as respostas da direção mais rápidas na comparação com a geração anterior, mas ainda é desmultiplicada na comparação com outros SUVs. O peso da direção, porém, é bom.

Como é o Honda HR-V 2023?

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

O visual rebuscado e cheio de vincos arqueados da geração anterior deram lugar a linhas retas e vincos criados para reforçar volumes do carro. A frente do HR-V 2023 tem capô mais alto e mais volumoso nas laterais, enquanto os faróis mais estreitos com formato quase triangular agora são sempre full-led. Na versão topo de linha, Touring, os faróis têm máscara negra.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

As versões aspiradas têm grade frontal filetada de plástico preto fosco, enquanto as turbo terão grade preto brilhante com elementos 3D, além de apêndices aerodinâmicos na base do para-choque, exclusivo e com um batimento cardíaco estilizado em um friso na tomada de ar inferior.

Honda HR-V Touring 1.5 turbo 2023
Honda HR-V Touring Caio Mattos/Honda/Honda

Na lateral, as rodas são sempre aro 17 com pneus de perfil 60, mais altos que os antigos de perfil 55 – outro segredo do conforto da suspensão. Agora será possível reconhecer a versão pelas rodas, sendo que apenas na Touring serão diamantadas. Vale notar que as barras longitudinais no teto foram abandonadas em todas as versões. 

Continua após a publicidade

Compartilhe essa matéria via:

A versão topo também tem molduras das caixas de roda com acabamento preto brilhante. As maçanetas das portas traseiras continuam escondidas na coluna C, dando a conhecida impressão de se tratar de um carro de duas portas.

Honda HR-V Touring 1.5 turbo 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

A traseira com caimento do teto bem marcado, quase de um SUV cupê, também permite reconhecer a mecânica. Nas versões 1.5 turbo as lanternas interligadas por uma barra iluminada são cinza quando estão apagadas. E ainda tem as duas saídas de escape destacadas pelo para-choque com visual próprio.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

Uma curiosidade: a tampa do porta-malas, das lanternas para baixo, tem sua superfície feita de plástico. É um alento para quem tiver receio de a tampa ficar cheia de amassadinhos como acontecia com o Fit quando, assim como esse HR-V, não tinha para-choque traseiro tão saliente.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

Por dentro, o Honda HR-V continua sua revolução. Nada foi aproveitado do antigo. Agora o painel tem linhas horizontais e destaca a central multimídia no topo. O grande e alto console central do antigo modelo deu lugar a um projeto mais conservador: não há mais porta-objetos sob a alavanca do câmbio, mas um grande compartimento à frente dela e outro acima.

Honda HR-V EXL 1.5 2023

Só as versões turbo terão quadro de instrumentos parcialmente digital com tela de 7 polegadas bem como o ar-condicionado digital de duas zonas, mas todas têm saídas de ar traseiras e as dianteiras laterais com posição que dispersa o ar sobre os ombros dos ocupantes dos assentos dianteiros.

Honda HR-V EXL 1.5 2023
Caio Mattos/Honda/Honda

O espaço nos bancos traseiros está 3,5 cm maior para as pernas mesmo que tenha mantido os 2,61 m de entre-eixos, pois o encosto dos bancos foi deslocados para trás. Em compensação, o porta-malas encolheu de 437 litros para 354 litros.

Versões e equipamentos do Honda HR-V 2023

A Honda se preocupou muito mais com a segurança do que com outros equipamentos no HR-V 2023. Desde a versão de entrada EX há seis airbags e o pacote de equipamentos avançados Honda Sensing. Consiste em assistente de faixa, alerta de colisão, frenagem autônoma de emergência, farol alto automático e piloto automático adaptativo com função stop and go.

Em vez de monitor de pontos cegos, tem o chamado lanewatch, uma câmera no retrovisor direito que exibe suas imagens na central multimídia quando o motorista dá seta para o seu lado. Uma novidade é o assistente de descidas, enquanto o freio de estacionamento com auto-hold foi mantido. Câmera de ré é item de série, assim como ar digital e a partida por botão. O que a versão EX não tem é o desbloqueio das portas por proximidade.

Fotos do Honda HR-V EXL 2023

A versão EXL soma apoio de braço traseiro, chave presencial, bancos de material sintético e couro, faróis de neblina (de leds), retrovisor interno eletrocrômico, sensor de estacionamento traseiro, tweeters dianteiros e volante de couro com borboletas para trocas sequenciais.

Talvez para compensar o motor menor, o inédito Honda HR-V Advance será a versão mais em conta com o motor 1.5 turbo flex. Ela ainda soma carregador de smartphone por indução, sensor de chuva, ar-condicionado de duas zonas, quadro de instrumentos parcialmente digital, sensor de estacionamento dianteiro, rebatimento elétrico dos retrovisores e os adereços visuais desta mecânica.

Fotos do Honda HR-V Touring 2023

Contudo, só o Honda HR-V Touring terá banco do motorista com ajustes elétricos, partida do motor remota, porta-malas com abertura elétrica e tweeters traseiros. A versão deixou de ter teto-solar: de acordo com a fabricante, nesta geração há apenas teto panorâmico fixo disponível para o modelo.

Com tudo isso posto, fica a impressão de que a Honda quer posicionar o HR-V 2023 entre os SUVs compactos mais completos, que têm preços entre R$ 130.000 e R$ 140.000, com as versões aspiradas e na faixa dos SUVs médios de entrada, que custam entre R$ 160.000 e R$ 175.000, com as versões turbo.

Ficha técnica – Honda HR-V EXL 2023

Motor:1.5 DOCH VTEC, flex, dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha; injeção direta, 126 cv a 6.200 rpm, 15.8/15,5 kgfm a 4.600 rpm
Câmbio: CVT, sete marchas simuladas, tração dianteira
Suspensão: McPherson (dianteira), eixo de torção (traseira)
Direção: elétrica
Rodas e pneus: liga leve, 215/60 R17
Dimensões: comprimento, 433 cm; largura, 179 cm; altura, 159 cm; entre-eixos, 261 cm; peso, 1.309 kg; tanque, 50 l; porta-malas, 354 l; vão livre do solo, 18,5 cm; ângulo de ataque, 17,8°; ângulo de saída, 22°

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês