Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Hyundai HB20 2023 terá motor 1.0 mais eficiente e traseira do novo Tucson

Será o quarto visual do compacto desde seu lançamento, há quase 10 anos; nova geração do Hyundai HB20 estreia em 2026

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 7 fev 2022, 21h22 - Publicado em 7 fev 2022, 00h43

O Hyundai HB20 completa 10 anos de mercado em setembro, mas antes mesmo do seu aniversário ele estreará sua terceira atualização visual desde que fora lançado no Brasil. A intenção, desta vez, é agradar mais do que chocar.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

A fabricante sul-coreana considera que o HB20 está em sua segunda geração, definida pelo aumento de 3 cm no entre-eixos, para 2,53 m, ainda que as diferenças visuais não tenham sido tão notáveis. Passados quase três anos, está chegando a hora de sua reestilização de meia-vida.

Como todas as mudanças anteriores, o projeto é capitaneado pelo centro de design da Hyundai na Coreia do Sul. E, por mais que o carro renovado esteja em testes no Brasil há alguns meses, foi justamente da Coreia que chegaram flagras mais reveladores, até o momento, do Hyundai HB20 2023.

HB20
Dianteira do modelo atual foi alvo de criticas e até perdeu a borda cromada da grade Fernando Pires/Quatro Rodas

Avistado em uma cegonha com outros carros e também no trânsito, em testes, com camuflagem mais leve, é possível perceber que a Hyundai continua empenhada em fazer com que o HB20 chame atenção nas ruas. Agora, porém, a coesão do design com outros modelos da Hyundai será mais clara. Ou quase isso.

Inspiração global

Acontece que a grade dianteira deixa de ser uma peça única, o que é uma tendência percebida do i20 ao Sonata, lá fora. É provável que seja uma demanda local ter uma peça dividida.

Hyundai HB20 2023
Setas não ficarão mais integradas aos faróis Renato Aspromonte/OVB/Quatro Rodas

O capô mais curto abre espaço para uma grade superior, onde é posicionado o logo. Essa grade integra os faróis menos rebuscados, em forma de trapézio invertido e com leds diurnos na área superior (algo forte na identidade dos atuais Hyundai). Versões mais baratas terão projetores simples e os mais caros, projetores com bloco elíptico e leds.

As setas foram deslocadas para a grande tomada de ar inferior, como se fossem parte dos nichos. Não chega a ser a solução de camuflar os faróis na grade, como na picape Santa Cruz e no Tucson de nova geração, mas está no caminho. Os faróis de neblina ocupam nicho logo abaixo.

Hyundai HB20 2023
Lanternas traseiras serão compostas por barras de leds Renato Aspromonte/OVB/Reprodução proibida/Quatro Rodas

Na traseira, outra solução simplificada que, no fundo, remete ao Tucson. Barras de led (que chegam a invadir a tampa traseira) passam a fazer a vez de lanternas e de luz de freio. Há um prolongamento para baixo, nos para-lamas traseiros, que formam uma espécie de “dente” com efeitos em 3D.

O SUV médio, por sua vez, também tem um “dente” iluminado que invade a tampa, que é cortada de ponta a ponta por uma barra iluminada. Nosso hatch compacto, porém, se contenta com uma barra preta que emoldura o logo da Hyundai.

Hyundai HB20 2023
Setas e luzes de ré serão deslocadas para o para-choque Renato Aspromonte/OVB/Quatro Rodas

Luzes de seta, de ré e peças refletivas, por sua vez, foram deslocadas para o para-choque. Ocupam um prolongamento do nicho da placa, enquanto uma barra preta na base do para-choque terá a missão de dar a impressão de que o HB20 é mais largo do que seus 1,72 m sugerem.

Continua após a publicidade

As principais mudanças internas estarão ligadas a novos equipamentos. Quadro de instrumentos digital e ar-condicionado automático digital estarão disponíveis nas versões mais caras, além de assistência de permanência em faixa e um novo volante.

hb20
As lanternas “da Nike” ficarão no passado Fernando Pires/Quatro Rodas

Mais importante que tudo isso, porém, será a melhoria na estrutura do carro para melhorar seu desempenho nos testes do Latin NCAP. O HB20 zerou o teste em 2020 e ganhou controles de estabilidade e airbags laterais de série na linha 2022.

Motores 1.0 e nacionais

A Hyundai está construindo uma fábrica de motores anexa à fábrica de HB20 e Creta, em Piracicaba (SP). Já nos próximos meses a unidade passará a montar motores em CKD, com peças importadas da Coreia do Sul (de onde são importados prontos desde o início da operação, em 2012). Depois, passará a usinar componentes ali, usando blocos de fornecedor nacional.

Hyundai HB20 2023
Carro flagrado em testes na Coreia do Sul antecipa detalhes da nova traseira do HB20 Naver NQ5/Reprodução

A fabricante nem sequer anunciou o valor do investimento ou quais motores serão fabricados ali. O mais provável é a nacionalização dos motores 1.0 aspirado e 1.0 turbo com injeção direta, usados na grande maioria dos Creta e HB20 vendidos no Brasil.

O mais importante é que a Hyundai aproveitará a reestilização do HB20 e do sedã HB20S para, enfim, promover uma atualização no motor 1.0 12V Kappa aspirado, com 80/75 cv e 10,2/9,4 kgfm desde o lançamento do compacto – que, por sinal, está adequado ao Proconve L7.

Hyundai HB20 2023
Versão intermediária aparece em cegonha próximo a instalações da Hyundai, na Coreia do Sul Kotra/Reprodução

Ele será transformado no motor 1.0 Smartstream, com uma atualização bem ao estilo daquela promovida no motor 2.0 aspirado do Creta: novo mapa de injeção, que passa a ter dois injetores para cada cilindro, alternador inteligente e otimização de componentes internos para redução de atrito, para render melhora de até 10% na eficiência.

O ganho de potência é pequeno: 1 cv e 0,3 kgfm na versão a gasolina, usada nos Hyundai Casper e Kia Picanto. Contudo, o motor fica mais elástico. A potência máxima passa dos 6.000 para os 6.200 rpm e o torque máximo aparece mais cedo, aos 3.750 rpm, ante os 4.200 rpm da versão atual. Isso pode mudar na versão flex, mas a tendência é que exista alguma melhora.

Compartilhe essa matéria via:

O motor 1.0 T-GDI, turbo com injeção direta, seguirá disponível nas versões mais caras. Ele entrega 120 cv e 17,5 kgfm, e seguirá combinado aos câmbios manual e automático de seis marchas.

Nova geração já está prevista

Com o HB20 2023 pronto, os trabalhos da Hyundai se voltam para o desenvolvimento da próxima geração do compacto. O lançamento será em 2026 e promete ser a maior evolução do modelo em toda a sua história, com direito a nova plataforma.

Por sinal, a estreia da terceira geração coincide com um plano de dobrar a capacidade produtiva da nova fábrica de motores. A intenção será dar mais autonomia ao Brasil na fabricação de motores de combustão interna – e, possivelmente, híbridos – enquanto a Coreia estará voltada aos carros elétricos.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
A edição 754 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês