Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Surpresa! Hyundai Creta Ultimate 2.0 é até mais econômico que o 1.0 turbo

Longe da unanimidade quando o assunto é estilo, o Hyundai Creta 2.0 agrada no conjunto; e isso inclui o antigo motor aspirado

Por Guilherme Fontana Atualizado em 16 dez 2021, 11h47 - Publicado em 16 dez 2021, 11h44

Pode soar clichê, e talvez até seja, mas não há outra forma de começar a falar do novo Hyundai Creta que não seja pela aparência. Isso porque o SUV entrou na onda mundial de desenhos polêmicos da marca, incorporando faróis e lanternas divididos em várias peças, além de vincos bem marcados, que dão personalidade (ousada) a ele.

Mais barato que gasolina! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

Porém, a versão topo de linha Ultimate, que sai por R$ 152.990 e é a única com motor 2.0, quer mostrar que, se o visual divide opiniões, o restante do conjunto busca agradar a todos com outros predicados. As diferenças estéticas da versão Ultimate para as demais são poucas, mas suficientes para que o Creta ganhe ares mais sofisticados: os faróis passam a ser de led, e as rodas, de 18 polegadas com desenho exclusivo e elegante.

Creta 2.0
Como na dianteira, a traseira tem luzes divididas, que podem causar estranheza Fernando Pires/Quatro Rodas

Por dentro, painel, portas e bancos têm revestimento bicolor, combinando marrom e bege. O efeito visual é agradável, exceto pelo uso exagerado de plástico marrom, que acaba dando aspecto antigo à cabine.

Em alguns pontos, poderia ser substituído por peças pretas. Seguindo no interior, o acabamento é digno de elogios por ter boa qualidade percebida.

Compartilhe essa matéria via:

Em um primeiro olhar, o painel parece utilizar materiais emborrachados, o que não passa de um truque visual, já que todos os plásticos são duros. O efeito acontece pela qualidade e textura das peças, que até simulam costuras em alguns pontos como se ali houvesse couro no revestimento.

Os bancos, também bicolores, são de material sintético que imita couro, perfurados e de bom toque. Porém, apesar da ventilação, faltam ao banco do motorista ajustes elétricos.

Creta 2.0
Painel é moderno e tem acabamento de boa qualidade Fernando Pires/Quatro Rodas

Ainda no interior do Creta, quem também se destaca é a central multimídia com a enorme tela de 10,25 polegadas e ótima resolução, mas que comete gafes. O funcionamento do sistema é confuso e nada prático, com funções espalhadas por inúmeros menus, e ele não oferece conexão sem fio para Android Auto e Apple CarPlay.

De acordo com a marca, o espelhamento sem fio ficou de lado para que a central abrigasse o GPS nativo. A pergunta que fica é: em plena era de conectividade e com eficientes apps de navegação, há quem prefira um GPS menos conectado no lugar de um sistema de espelhamento que dispensa cabos? Mesmo assim, ele tem carregador de celular por indução e três entradas USB (uma para o banco traseiro).

A lista de equipamentos do modelo é fechada. Ou seja, conte com quadro de instrumentos que combina elementos analógicos com uma tela de 7 polegadas, teto solar panorâmico elétrico, airbags frontais, laterais e de cortina, e controles de estabilidade e tração.

Câmeras nos retrovisores externos substituem os avisos luminosos de pontos cegos, mostrando, no quadro de instrumentos, a imagem lateral de acordo com o lado sinalizado pela seta acionada pelo motorista.

Creta 2.0
Interior é bicolor e tem bom espaço para todos; teto solar é item de série Fernando Pires/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Por outro lado, o ar-condicionado digital tem apenas uma zona. A versão vem ainda com itens como assistente de permanência em faixa, detector de fadiga, frenagem automática (com um sistema sensível e “ansioso” até demais), sensores de estacionamento dianteiros, farol alto automático e piloto automático adaptativo.Creta 2.0

Além disso tudo, bem-estar também é palavra de ordem para os ocupantes. Quem vai atrás, além da entrada USB, tem saídas de ar-condicionado, bom espaço para as pernas e fica em posição mais alta. Até quem vai na posição central tem espaço satisfatório para pernas e pés – e isso é raridade em qualquer segmento. O porta-malas também tem boa capacidade: 422 litros.

Para ter todos os itens visuais e tecnológicos próprios da versão mais cara, porém, o comprador ficará sem a grande novidade mecânica do SUV: o motor turbo. O Creta Ultimate é oferecido apenas com o já conhecido 2.0 aspirado, que ganhou 1 cv de potência e agora entrega 167/157 cv e 20,6/19,2 kgfm de torque (etanol/gasolina).

Creta 2.0
Imagens de câmeras laterais substituem alerta de ponto cego; central tem 10,25” Fernando Pires/Quatro Rodas

O câmbio é o mesmo automático de seis marchas. A exclusividade não é de todo ruim, já que o motor segue entregando bons números de desempenho e ficou mais econômico depois de melhorias promovidas pela Hyundai.

Em nossos testes, com gasolina, o modelo foi de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos – contra os 10,8 s do antigo 2.0 e dos 11,3 s do 1.0 turbo. O consumo teve melhoras mais expressivas, com médias de 11,5 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada.

Creta 2.0

O antigo chegava a 8,7 km/l na cidade e 12,7 km/l na estrada, enquanto o 1.0 turbo teve os mesmos 11,5 na cidade, mas 14,4 km/l na estrada, ou seja, o novo 2.0 ainda é o mais eficiente. Mesmo com a mecânica já conhecida, a dirigibilidade do Creta 2.0 mudou e ficou mais suave em relação ao antigo, que parecia mais arisco.

No atual, apesar do ganho de desempenho, há maior progressividade nas acelerações, a suspensão ficou mais macia, confortável e robusta, e a transmissão tem mudanças de marchas tão imperceptíveis que remete ao funcionamento de um CVT. A direção também parece mais amortecida. Tudo isso para privilegiar o conforto.

Creta 2.0
Porta-malas é um dos maiores do segmento, com 422 litros Fernando Pires/Quatro Rodas

Veredicto

Com muito conforto e tecnologia, o Creta Ultimate ainda justifica o motor aspirado. Basta gostar ou se acostumar com o visual.

Creta 2.0
Rodas de 18 polegadas e faróis de led são exclusivos da versão topo de linha Fernando Pires/Quatro Rodas

Teste – Hyundai Creta Ultimate 2.0

Creta 2.0

Aceleração
0 a 100 km/h: 10,5 s
0 a 1.000 m: 31,7 s
Velocidade máxima: 166,1 km/h
Retomadas
D 40 a 80 km/h: 4,5 s
D 60 a 100 km/h: 6,1 s
D 80 a 120 km/h: 7,2 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0: 13,1/28/60 m
Consumo
Urbano: 11,5 km/l
Rodoviário: 15,3 km/l
Ruído interno
Neutro/RPM máx.: 41,6/65,1 dBA
80/120 km/h: 65,2/71,5 dBA
Aferição
Velocidade real a 100 km/h: 96 km/h
Rotação do motor a 100 km/h em D: 2.250 rpm
Volante: 3 voltas
Seu Bolso
Preço básico: 152.990
Garantia: 5 anos

Condições de teste: alt. 660 m; temp., 22,5 °C; umid. relat., 66%; press., 1.013,5 kPa

Creta 2.0
motor gera 167 cv Fernando Pires/Quatro Rodas

Ficha Técnica Hyundai Creta Ultimate 2.0

Motor: flex, dianteiro, transversal, 4 cil., 16V, 1.999 cm³, 167/157 cv a 6.200 rpm, 20,6/19,2 kgfm a 4.700 rpm
Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira
Direção: elétrica
Suspensão: ind. McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.), disco sólido (tras.)
Pneus: 215/55 R18
Peso: 1.300 kg
Dimensões: comprimento, 430 cm; largura, 179 cm; altura, 163,5 cm; entre-eixos, 261 cm; porta-malas, 422 l; tanque de combustível, 50 litros
Ângulos: entrada, 30,4º; saída, 28,3º

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

capa
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas! arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

ou

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês