Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Hyundai HB20 e Ford Ka zeram teste do Latin NCAP com novo protocolo

Falta de controle de estabilidade pesou na nota; Ford Ka terá o equipamento e airbags laterais de série, mas itens são opcionais no HB20

Por Henrique Rodriguez 8 dez 2020, 12h44
Crash Test Ford Ka
Latin NCAP/Divulgação

O Hyundai HB20 já havia tido sua nota nos testes de colisão do Latin NCAP rebaixada de quatro para apenas uma estrela em outubro, após teste de auditoria do órgão. Agora, com novo protocolo de segurança, o compacto da marca sul-coreana zerou os testes. O Ford Ka, tanto na versão hatch como com a carroceria sedã, também levou nota zero.

Black Friday na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 7,90

Pelo novo protocolo, não há mais classificação por estrelas separadas para adultos e crianças, mas apenas uma nota que integra quatro aspectos das avaliações: proteção para adultos, para crianças, para pedestres e usuários vulneráveis em estradas e tecnologias de assistência de direção.

classificação de segurança
Latin NCAP/Divulgação

Equipamentos como controle de estabilidade, lembrete de afivelamento dos cintos, proteção a pedestres e impactos laterais ganharam relevância e itens como frenagem de emergência, monitor de pontos cegos, assistente de permanência em faixa e alerta de saída involuntária contam pontos. É necessário ir bem nos quatro tópicos para receber uma nota boa e baixo desempenho em apenas um dos quatro aspectos resulta em nota baixa, mesmo que nos outros três a avaliação seja alta.

Isso ajuda a explicar as novas notas dos dois compactos.

Crash Test Hyundai HB20
Latin NCAP/Divulgação

O Hyundai HB20 foi avaliado em versão com dois airbags e sem controle de estabilidade, opcional de apenas R$ 1.000 junto com airbags laterais, mas que o Latin NCAP não considera por não ser de série. Desta forma, a pontuação ficou em 19% para ocupante adulto, 10% para ocupante infantil, 43% para proteção de pedestres e 14% para assistência à segurança.

Continua após a publicidade

Na avaliação do Latin NCAP, o HB20 oferece proteção de impacto frontal média e proteção ruim para o tórax no impacto lateral, o que levou a zerar o teste de impacto lateral. O teste de chicote cervical, whiplash, também mostrou desempenho ruim e o fato de não ter controle de estabilidade de série resultou na nota zero. 

Crash Test Hyundai HB20
Latin ncap/Divulgação

O Ford Ka também foi testado com dois airbags frontais e não tem controle de estabilidade nem mesmo como opcional em suas versões mais básicas. As notas de proteção foram as seguintes: 34% para adulto, 9% para criança, 50% para pedestres e 7% para assistência à segurança.

Crash Test Ford Ka
Latin NCAP/Divulgação

A proteção em impacto frontal é média, o impacto lateral apresentou proteção torácica fraca, levando o modelo a zero ponto. O teste de chicote cervical, whiplash, também mostrou desempenho ruim e, assim como com HB20, a falta de controle de estabilidade pesou.

Mas ao Latin NCAP a Ford disse estar trabalhando em melhorias no Ja e “está apresentando atualizações para o equipamento de segurança do Ka de série, oferecendo ESC e airbags laterais de série em todas as versões.” Hoje o Ka conta com os equipamentos apenas a partir da versão Freestyle 1.0, de R$ 62.000.

Crash Test Ford Ka
Latin NCAP/Divulgação

O Latin NCAP já avaliou uma versão mais bem equipada do Ka e os resultados confirmam a melhoria na proteção. A classificação por estrelas, porém, só será divulgada e atualizada assim que a Ford incorporar esses recursos de segurança essenciais como padrão para toda a região da América Latina e do Caribe.

Por não oferecerem proteção lateral para a cabeça como padrão (ou seja, airbags de cortina), nem Ka nem HB20 foram submetidos a teste de impacto contra poste na lateral. Houve apenas teste de impacto frontal e lateral.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Capa 739

Continua após a publicidade

Publicidade