Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Menor Custo: estes são os carros mais baratos de manter no Brasil em 2022

No cenário atual, de carros, combustíveis e serviços cada vez mais caros, a sutileza dos números ajuda a escolher o melhor modelo para você

Por Alexandre Ule | Fotos Fernando Pires Atualizado em 10 Maio 2022, 15h49 - Publicado em 10 Maio 2022, 15h46
Selo Menor Custo de Uso 2022
Redação/Quatro Rodas

Os tempos estão difíceis para quem tem carro. São impostos, manutenção, seguro, combustível… Por essa razão, o que vem preocupando quem está atrás de um carro novo é quanto custa mantê-lo. E fazer pesquisa é o caminho. Mas não se preocupe. Nós já fizemos isso para você.

Quando se opta por um modelo, sem dúvida existem vários critérios que devem ser atendidos, como espaço interno, desempenho, tecnologia, liquidez, desvalorização, enfim, uma ampla gama de fatores que levam à compra.

Mas o custo de uso de um carro quase sempre é esquecido. E isso não acontece à toa. Não é uma tarefa simples coletar, compilar e entender todos os dados.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

E, no caso de um comparativo, ainda estabelecer bases justas para todos os concorrentes, dentro das condições possíveis.  Assim, indicamos os carros que melhor equilibram gastos com combustível, seguro e manutenção. O valor de tabela serve, nesse caso, para o cálculo do seguro.

Alguém pode questionar o porquê de não entrarem os custos de documentação, mas estes variam em alíquota e taxas em todo o país e, se agregados ao custo de uso, não trariam um cenário preciso nesta avaliação. Por isso ficam de fora. 

Escolhemos os cinco modelos mais vendidos em cada categoria apresentada aqui. As versões básicas de hatches e sedãs compactos estão equipadas com câmbio manual, sendo que o Virtus é exceção por não mais contar com a versão de entrada assim equipada.

Menor Custo 2022
Fernando Pires/Quatro Rodas

Os SUV e as picapes são todos automáticos e estas são com tração nas quatro rodas e cabine dupla. 

O valor de compra é o de tabela, vigente em São Paulo. O valor do seguro foi determinado por meio de um perfil fixo, criado para essa finalidade, utilizado em todos os carros.

Para o combustível, o valor médio em São Paulo no mês de março, segundo a ANP, é de R$ 6,592 para a gasolina e R$ 5,989 para o diesel S10.

Finalmente,  o valor de consumo é o oficial do Inmetro, na tabela atualizada em 1o de fevereiro de 2022, com as últimas atualizações para cada modelo encontrado aqui.

Tabela de cálculo

  • Combustível: Média ponderada (70% urbano, 30% rodoviário), a partir de números do Inmetro. Os preços (R$ 6,592/l de gasolina e R$ 5,989/l de diesel S10) são valores médios na cidade de São Paulo, segundo a ANP, no mê de março. Calculamos o custo para rodar 15.000km, distância média percorrida em um ano.
  • Manutenção: Despesas com as revisões previstas pelas fábricas para o primeiro ano ou 15.000 km.
  • Seguro: O valor publicado refere-se à menor cotação dentre todas as obtidas pela TEx, fornecedora do Teleport, software de gestão e multicálculo para corretoras. Perfil QUATRO RODAS: homem, casado, 35 anos, sem filhos.
  • Custo mensal: Obtido pela soma das despesas durante um ano dividido por 12 meses.
  • Preço de tabela: Os valores considerados para o cálculo do seguro são os sugeridos pelas fábricas, coletados em março.

Hatches compactos mais baratos de manter

1º Chevrolet Onix 1.0 MT

Chevrolet Onix
Ganhou apenas em consumo, mas na média levou a melhor Fernando Pires/Quatro Rodas
Selo Menor Custo de Uso
Redação/Quatro Rodas

Ele venceu apenas no consumo, mas isso foi suficiente para levar o troféu para casa, com 14,74 km/l de acordo com nossos cálculos.

No custo de revisão, por exemplo, ficou atrás do Hyundai HB20, que nesse quesito ganhou de lavada, com R$ 286 de custo da primeira revisão contra os R$ 400 do Onix. No seguro, foi a vez do Mobi levar o troféu, com R$ R$ 2.023, no perfil definido, contra R$ 2.177, uma diferença não tão grande assim.

Quando se faz um comparativo dessa natureza, qualquer detalhe pode levar à vitória ou à derrota, pois em geral os números não são tão discrepantes. Mas, se saem muito fora da curva, pesam bastante no resultado final.

No caso do Onix, o consumo o levou à vitória. No caso do VW Gol, ocorreu o inverso. Na revisão, por exemplo, teve o custo de R$ 626, disparadamente o mais alto do grupo.

O mesmo aconteceu com o seguro, novamente com o valor mais alto, R$ 2.302. Por isso amargou a lanterna nesse comparativo.

O Fiat Argo, que veio em segundo, perdeu do Onix por muito pouco no consumo (14,26 km/l na nossa média), também no seguro por muito pouco (R$ 2.197) e na revisão (R$ 432).

Essas pequenas diferenças acabaram levando o modelo da Fiat para o segundo lugar, mas com uma diferença de apenas R$ 24. Essa é a sutileza dos números.

Finalmente, o Onix é um modelo que vai além do que os números mostram, apresentando um bom desempenho no mercado de seminovos, com grande liquidez mesmo nos carros com maior quilometragem. Sem dúvida uma boa compra!

Preço R$ 73.890
Custo/mês R$ 773
Revisão R$ 400
Seguro R$ 2.177
Cons (Km/l) 14,74 km/l
Gasto anual c comb. R$ 6.708

Ranking

Fiat Argo 1.0 3º – Hyundai HB20 4º – Fiat Mobi Like 5º – VW GOL 1.0 12v
Preço R$ 71.490 R$ 71.590 R$ 60.690 R$ 72.290
Custo/mês R$ 797 R$ 800 R$ 823 R$ 849
Revisão R$ 432 R$ 286 R$ 436 R$ 626
Seguro R$ 2.197 R$ 2.139 R$ 2.023 R$ 2.302
Cons. (km/l) R$ 14,26 km/l R$ 13,78 km/l R$ 13,3 km/l R$ 13,63 km/l
Gasto anual c comb. R$ 6.934 R$ 7.175 R$ 7.417 R$ 7.254

Sedãs compactos mais baratos de se manter

1º – Chevrolet Onix Plus LT

Chevrolet Onix Plus
Fernando Pires/Quatro Rodas
SElo Menor Custo de Uso 2022
Redação/Quatro Rodas

Olha ele aí novamente. E o cenário se repetiu, exatamente como ocorreu com a versão hatch. Ganhou apenas no consumo, mas levou.

A revisão fica nos mesmos R$ 400, com o Hyundai HB20S Vision levando o primeiro lugar com seus R$ 284. Quando se fala em seguro, ficou em segundo, com R$ 2.340 contra R$ 2.211 do modelo coreano.

Mas a supremacia do Onix vem no consumo, com 15,32 km/l contra 14,3 km/l do Hyundai.

Na hora da escolha, avalie os números, mas lembre-se de que o Hyundai tem garantia de cinco anos e isso pode pender a balança para o lado dele, pois a diferença mensal é de apenas R$ 18.

E assim como ocorreu com os hatches, os VW não tiveram um desempenho brilhante. Outrora primavam pela fama de serem baratos de manter, hoje o cenário é bem diferente.

O Voyage vem em terceiro e o Virtus em último, sendo a exceção do grupo, pois está entre os cinco mais vendidos e sua versão de entrada com câmbio manual (1.6 MSI) não é mais oferecida. Sendo assim, os números foram obtidos com a versão Comfort 200 TSi automática.

Mas observe que, mesmo sendo carros bem diferentes, as revisões de Voyage (R$ 626) e Virtus (R$ 677) têm valores muito próximos.

O Cronos, ao ficar em quarto lugar, também surpreendeu. Sua revisão de R$ 488 custa menos que as de Virtus e Voyage e mais que as de Onix Plus e HB20S.  Mas, no seguro (R$ 2.595) e no consumo (13,8 km/l), ele é um dos mais dispendiosos. Só oferecendo vantagem diante dos números do Virtus. 

Preço R$ 80.690
Custo/mês R$ 766
Revisão R$ 400
Seguro R$ 2.340
Cons (Km/l) 15,32 km/l
Gasto anual c comb. R$ 6.454

Ranking

2º Hyundai
HB20S Vision
3º – Hyundai HB20 4º – Fiat Cronos 1.3  5º – VW GOL 1.0 12v
Preço R$ 79.390 R$ 83.690 R$ 82.490 R$ 112.090
Custo/mês R$ 784 R$ 850 R$ 855 R$ 982
Revisão R$ 284 R$ 626 R$ 488 R$ 677
Seguro R$ 2.211 R$ 2.543 R$ 2.595 R$ 3.008
Cons. (km/l) R$ 14,3 km/l R$ 14 km/l R$ 13,8 km/l R$ 12,2 km/l
Gasto anual c comb. R$ 6.915 R$ 7.033 R$ 7.176 R$ 8.092

 

Continua após a publicidade

SUVs Compactos mais baratos de se manter

1º – VW T-Cross 200 TSI Aut.

VW T-Cross
Revisão grátis foi a grande responsável pela vitória do Volkswagen Fernando Pires/Quatro Rodas
Selo Menor Custo de Uso
Redação/Quatro Rodas

Depois de amargar derrotas fragorosas nos dois segmentos anteriores, agora o T-Cross faz as honras da casa e encabeça a lista dos SUVs compactos. E sabe o que pesou muito para que isso acontecesse?

O valor da revisão. Ou melhor, o “não valor” da revisão, pois tem custo zero. Isso mesmo, e vai mais além: as três primeiras revisões são gratuitas.

O segundo lugar da Tracker não traz surpresas, um carro ágil e versátil, mas que curiosamente teve sua derrota determinada pelo custo da revisão. Se no modelo da VW é de graça, no modelo da GM é simplesmente o mais alto do grupo, com seus elevados R$ 628.

Para quem não gostou do design do novo Creta, a versão de entrada Action 1.6 AT6 é a única que mantém o visual antigo.

Neste comparativo, porém, o modelo coreano acabou amargando o último lugar no grupo, puxado, principalmente, pelo consumo (10,37 km/l na nossa média, o pior aqui). Tem a vantagem da garantia de cinco anos, que deve ser considerada. E a revisão é a segunda do grupo, com R$ 329.

O quarto lugar do Renegade foi puxado, principalmente, pelo seguro alto, R$ 3.362. Nem o consumo de 11,54 km/l e nem o valor da revisão (R$ 385) assustam. Finalmente, quanto ao Honda HR-V, já apresentado na Indonésia, estamos aguardando uma nova geração.

Mas para este comparativo adotamos o modelo antigo, uma vez que não temos nem previsão exata de quando teremos o novo. Vamos ver no ano que vem como vai se comportar o novo HR-V, completamente modificado.

Preço R$130.850
Custo/mês R$ 948
Revisão R$ –
Seguro R$ 2.972
Cons (Km/l) 11,75 km/l
Gasto anual c comb. R$ 8.514

Ranking

2º Chevrolet Tracker
Turbo AT6 LT
3º – Honda HR-V
LX 1.8 CVT
4º – Jeep Renegade
Sport T270 
5º – Hyundai Creta
Action 1.6 AT6
Preço R$ 118.630 R$ 114.100 R$ 123.990 R$ 102.490
Custo/mês R$ 962 R$ 1.015 R$ 1.260 R$ 1.029
Revisão R$ 628 R$ 403 R$ 385 R$ 329
Seguro R$ 2.967 R$ 3.102 R$ 3.362 R$ 2.490
Cons. (km/l) R$ 14,44 km/l R$ 11,39 km/l R$ 11,54 km/l R$ 10,37 km/l
Gasto anual c comb. R$ 7.948 R$ 8.681 R$ 8.568 R$ 9.535

 

Continua após a publicidade

SUVs Médios mais baratos de manter

1º – Toyota Corolla Cross XR

Corolla
Os números foram muito apertados, mas no fim o Toyota levou a melhor Fernando Pires/Quatro Rodas
Menor Custo de Uso Selos
Redação/Quatro Rodas

Desta vez a revisão gratuita não foi suficiente para levar o VW Taos ao primeiro lugar, e o Corolla Cross levou a melhor. E aqui cabe um comentário: fica difícil entender a estratégia da empresa alemã ao conceder o benefício da revisão gratuita para seus utilitários esportivos e deixar de lado os sedãs compactos, de entrada.

Aliás, as revisões caras também tiveram seu papel nos custos do Voyage e Virtus. De qualquer forma, das revisões cobradas, o Corolla ficou em primeiro lugar (R$ 445); segundo na geral.

No seguro ficou em terceiro, com R$ 3.581, e ganhou no consumo, sendo o único que passou dos 11 km/l no grupo, ficando com 11,89 km/l. A soma dos três fatores o levou à vitória.

O custo mensal do Corolla Cross e o do Compass, que vem em segundo lugar, são separados por meros R$ 25.

Um valor muito baixo. E a sutileza dos números continua, pois no terceiro lugar o Taos está atrás do Compass por R$ 5! Imagine se a revisão fosse cobrada… e do primeiro lugar, meros R$ 30 os separam.

Uma verdadeira Fórmula 1, onde as frações determinam os vencedores e os perdedores. Na verdade isso mostra um grande equilíbrio entre os concorrentes.

Destaque, desta vez negativo, vai para os dois chineses da Chery. Esperava-se que pudessem ofuscar os tradicionais concorrentes no que diz respeito ao custo de uso, mas decepcionaram.

Os dois Tiggo amargaram os dois últimos lugares, com destaque para as revisões caras, R$ 674, e os piores consumos do grupo. Vamos ver como ficam esses modelos nas próximas edições.

Preço R$161.990
Custo/mês R$ 1.023
Revisão R$ 445
Seguro R$ 3.581
Cons (Km/l) 11,89 km/l
Gasto anual c comb. R$ 8.250

Ranking

2º Jeep Compass
Sport T270
3º – VW Taos Comfortline
250 TSI
4º – Caoa Chery
Tiggo 8 1.6 
5º – Hyundai Creta
Action 1.6 AT6
Preço R$ 158.990 R$ 175.490 R$ 199.990 R$ 193.790
Custo/mês R$ 1.048 R$ 1.053 R$ 1.177 R$ 1.185
Revisão R$ 450 R$ – R$ 674 R$ 674
Seguro R$ 3.118 R$ 3.475 R$ 4.000 R$ 3.720
Cons. (km/l) R$ 10,98 km/l R$ 10,8 km/l R$ 10,46 km/l R$ 10,46 km/l
Gasto anual c comb. R$ 9.005 R$ 9.156 R$ 9.453 R$ 9.829

Picapes mais baratas de se manter

1º – Nissan Frontier Attack AT CD 4×4

Nissan Frontier Attack
Fernando Pires/Quatro Rodas

O segmento das picapes teve a briga mais acirrada, com números muito próximos

Toyota Corolla Cross
Logotípo “Quatro Rodas Menor Custo de Uso Picape Diesel”, na matéria comparativo “Sem Sustos no Bolso”, da revista Quatro Rodas. Redação/Quatro Rodas

A disputa entre as picapes diesel foi marcada também pelos números muito próximos. E novamente coube à precisão dos números promover o desempate nos detalhes.

Mas aqui há um agravante: os valores são bem mais altos e as frações mostram como essa contenda foi acirrada. Todas as picapes tiveram consumo muito próximo, com S10 e Ranger apresentando exatamente as mesmas médias ponderadas (considerando 70% uso urbano, 30% uso rodoviário), de 9,42 km/l, somando fatores de valores diferentes!

A única que passou dos 10 km/l foi a L200 Triton, com seus 10,4 km/l. Mas isso não foi suficiente para deixar a Mitsubishi em uma posição mais confortável por conta de outros custos.

Por exemplo, a L200 Triton foi fortemente penalizada pelo altíssimo valor de sua apólice de seguro, quase R$ 8.000 (exatos R$ 7.940), e também pelos custos das revisões, R$ 1.537.

Compartilhe essa matéria via:

E esses dois fatores derrubaram sua pontuação, levando a picape japonesa ao último lugar e a ficar bem fora da média do grupo, no que diz respeito ao custo mensal (média de todas, R$ 1.330, contra os R$ 1.509, ou R$ 179).

É muita variação e explicamos a causa. A diferença entre a Nissan e o segundo lugar, a Ranger XLS, é de apenas R$ 34. E da Ranger para a S10… apenas exatos R$ 6!

E o páreo continua apertado, pois da S10 para a Hilux, são R$ 30. Estamos falando de pequenas diferenças em valores na casa de R$ 1.300/mês.

A Frontier já tem sucessora, mas isso não invalida sua conquista, porque espera-se que a nova geração siga na mesma tocada em relação aos custos.

Preço R$267.190
Custo/mês R$ 1.250
Revisão R$ 747
Seguro R$ 5.175
Cons (Km/l) 9,9 km/l
Gasto anual c comb. R$ 9.074

Ranking

2º Ford Ranger
XLS 2.2 CD AT 4×4
3º – Chevrolet S10
2.8 LT CD AT 4.4
4º – Caoa Chery
Tiggo 8 1.6 
5º – Mitsubishi L200
Triton Outdoor GLS 2.4
Preço R$ 243.990 R$ 262.840 R$ 271.190 R$ 236.990
Custo/mês R$ 1.284 R$ 1.290 R$ 1.320 R$ 1.250
Revisão R$ 1.129 R$ 724 R$ 935 R$ 1.537
Seguro R$ 4.741 R$ 5.216 R$ 5.394 R$ 7.940
Cons. (km/l) R$ 9,42 km/l R$ 9,42 km/l R$ 9,45 km/l R$ 9,90 km/l
Gasto anual c comb. R$ 9.534 R$ 9.537 R$ 9.506 R$ 9.074

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês