Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

VW Polo e Virtus seguem Fox e Nivus e perdem central multimídia de série

Central multimídia Composition Touch foi retirada da lista de equipamentos de série dos Polo e Virtus 1.0 ou 1.6, mas se tornou opcional de R$ 1.820

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 6 set 2021, 17h27 - Publicado em 6 set 2021, 16h15
Polo 2022 central composition touch
Central Composition Touch é o equipamento que a Volkswagen vem tentando economizar em seus modelos Reprodução/Volkswagen

Não dá para dizer que não era esperado. Assim como Fox e Nivus, os Volkswagen Polo e Virtus também perderam a central multimídia Composition Touch de série nas versões de entrada – que até então tinham ela como um equipamento de série.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Na prática, os Polo 1.0 e 1.6, e o Virtus 1.6 perderam a central multimídia de série. Mas o equipamento se tornou um opcional de R$ 1.820. Outro pacote opcional é o Connect Pack, que por R$ 4.080 garante as rodas de liga leve aro 15, os sensores de estacionamento traseiros e os retrovisores com ajuste elétrico. E só. 

Polo 1.0
Polo 1.0 MPI Divulgação/Volkswagen

Curiosamente, a Volkswagen tirou do configurador do seu site a imagem que mostraria o painel dos Polo e Virtus sem central multimídia. Mas a lista de equipamentos de série deixa claro que não há rádio ou central multimídia, apenas preparação para a futura instalação, com direito a alto-falantes, antena e até volante multifuncional.

.VW Virtus
Volkswagen Virtus 1.6 Christian Castanho/Quatro Rodas

A retirada da central multimídia controlou o reajuste nos preços para setembro. Tanto que o Polo 1.0 MPI chegou a ficar R$ 120 mais barato, passando aos R$ 67.670. O Polo 1.6, por sua vez, passou a ser vendido por R$ 79.270 com câmbio manual e R$ 80.370 com câmbio automático, aumento de R$ 180 nas duas versões. O Virtus 1.6 teve aumento de R$ 280, passando a custar R$ 85.470. 

  • Versões mais caras não perderam VW Play

    As versões Comfortline, Highline e GTS de Polo e Virtus seguem equipadas se série com a central multimídia VW Play, mais recente e com tela maior. Contudo, o reajuste nos preços das versões com motores turbo ficaram ao redor dos R$ 3.000.

    Polo e Virtus GTS
    Polo e Virtus GTS Divulgação/Volkswagen

    Desta forma, o Polo Comfortline 1.0 TSI parte agora dos R$ 96.350 (R$ 2.360 mais caro), enquanto o Polo GTS 1.4 TSI custa R$ 126.190 (aumento de R$ 3.100). O Virtus Comfortline 1.0 TSI, por sua vez, rompeu a barreira dos R$ 100.000, custando agora R$ 100.890 (aumento de R$ 2.500) e o Virtus GTS 1.4 TSI disparou R$ 3.200 para R$ 132.290.

    Continua após a publicidade
    Publicidade