Clique e assine com até 75% de desconto

Teste: VW Nivus Comfortline é o melhor Polo que você pode comprar hoje

Versão de entrada disfarça bom pacote de equipamentos com rodas menores e lista de equipamentos um pouco menor

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 6 nov 2020, 11h54 - Publicado em 6 nov 2020, 07h00
Principal diferença para o Nivus Highline na dianteira está na falta dos faróis de neblina de leds Fernando Pires/Quatro Rodas

O novo Volkswagen Polo não é mais tão novo. Completou três anos nas lojas brasileiras em setembro e já aguarda reestilização, prevista para a linha 2022. E muito do que veremos na próxima evolução do hatch compacto já está no Nivus Comfortline, versão mais em conta do SUV cupê.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 5.90

Mesmo quando era novidade, porém, o design do Polo não era impactante quanto o do Nivus. Nele há mais ousadia nas linhas dos para-choques, na grade maior e que combina elementos cromados e em preto brilhante e nos fortes vincos do capô.

O caimento acentuado da traseira é o que faz toda a diferença no design do Nivus, e as lanternas mais horizontais que as do T-Cross, mas interligadas com a mesma régua preta do SUV, garantem a distinção deste ícone da mistura entre SUV, crossover, hatch e cupê.

Lanternas interligadas seguem o estilo do T-Cross Fernando Pires/Quatro Rodas

A Volkswagen conseguiu fazer um carro bem diferente do que se vê nas ruas e o ponto de partida foi justamente o Polo. Tanto é que conseguiu preservar para-brisas, portas, teto e toda a cabine do hatch compacto. Às vezes você até consegue esquecer disso, mas lembra ao notar que o espaço traseiro poderia ser um pouco maior.

É o caimento mais acentuado do teto que destaca o Nivus entre os irmãos Fernando Pires/Quatro Rodas

O Nivus, porém, tem porta-malas consideravelmente maior. A traseira alongada eleva a capacidade do bagageiro de 300 para 415 litros. É um bom meio termo entre o hatch e o sedã Virtus, com seus 521 litros.

Central VW Play é opcional na versão Comfortline Fernando Pires/Quatro Rodas
Fernando Pires/Quatro Rodas

Pode ter certeza que muito do que já se encontra no Nivus mais tarde aparecerá na lista de novidades do Polo. É o caso dos seis airbags – os Polo e Virtus podem têm sempre quatro bolsas – e dos faróis full-led, que hoje só existem no Polo GTS de R$ 107.750.

Outro equipamento que deve se espalhar pela família Polo na reestilização é a central multimídia VW Play, com tela de 10 polegadas. Ela tem o tamanho e algumas funcionalidades extras, como Apple Carplay sem fio e integração com apps, mas ainda não estamos totalmente convencidos de que ela é melhor que a Discover Media, que substitui.

  • Faz falta um acabamento lateral para os bancos Fernando Pires/Quatro Rodas

    Um detalhe é que a nova central é opcional e vem no pacote VW Play & Tech, que também soma piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência, alerta de colisão e o novo volante multifuncional da VW com borboletas para trocas sequenciais. Tudo isso a R$ 3.680 torna o pacote praticamente obrigatório. Nenhum desses assistentes autônomos existem na linha Polo, nem mesmo nos mais caros.

    Espaço traseiro poderia ser melhor Fernando Pires/Quatro Rodas

    Com esse pacote, o preço do Nivus Comfortline passa dos R$ 89.190 aos R$ 90.940. Um Polo Highline custa R$ 92.090 e o que ele tem a mais também se assemelha às diferenças para o Nivus Highline, de R$ 102.050.

    Porta-malas tem bons 415 litros de capacidade Fernando Pires/Quatro Rodas

    São equipamentos como quadro de instrumentos digital, ar-condicionado automático, rodas de liga leve aro 17, acesso sem chave e partida por botão, bancos revestidos de material sintético, retrovisores com rebatimento elétrico e faróis de neblina (de led no Nivus).

    Não deveria ser possível usar a mecânica como desempate. O motor 1.0 TSI de 128 cv e 20,4 kgfm é comum a todos os membros da família MQB-A0, mas sua aplicação com o câmbio automático de seis marchas da Aisin está mais suave no Nivus do que em Polo e Nivus. É da programação, que deixa o conversor de torque escorregar um pouco mais para evitar trancos ou arrancadas bruscas ao aliviar o freio.

    Faróis full-led estão mantidos na versão de entrada Fernando Pires/Quatro Rodas

    Na verdade, o Nivus Comfortline obteve números até melhores que os do Highline em nossos testes de pista, sempre feitos com gasolina. Isso o aproximou do desempenho de um Polo. Confira a tabela abaixo com aceleração e consumo:

    Modelo  Zero a 100 km/h Consumo urbano Consumo rodoviário
    Volkswagen Nivus Comfortline 10,9 s 12,6 km/l 16,2 km/l
    Volkswagen Nivus Highline 11,2 s 11,5 km/l 15,2 km/l
    Volkswagen Polo Highline 10,6 s 12,1 km/l 16 km/l
    Volkswagen Virtus Highline 10,8 s 12,6 km/l 16,6 km/l

     

    Continua após a publicidade

    O Nivus Comfortline não é tão rápido quando um Polo Highline, mas gasta menos combustível que ele. É uma diferença pequena, porém.

    Ao contrário do T-Cross, Nivus tem prolongamento das lanternas iluminado Fernando Pires/Quatro Rodas

    Também é do SUV cupê o rodar mais suave. A suspensão foi elevada em 10 mm e os pneus são têm perfil mais alto, contribuindo com outros 17 mm. O conjunto tem um pouco mais de curso, além de barra estabilizadora mais grossa e eixo traseiro com perfil próprio que aumenta a rigidez.

    É o suficiente para dar um sabor próprio ao Nivus, que é mais suave em pisos acidentados e deixa a carroceria inclinar um pouquinho nas curvas. Por outro lado, a carroceria elevada impede que raspe em quebra-molas, rampas e valetas.

    Além de oferecer mais conforto e itens de segurança, o Nivus Comfortline custa um pouquinho mais barato que o melhor dos Polo. É o suficiente para encher o tanque do SUV cupê, que renderá um pouquinho mais nele. É um carro com sabor de novidade com equipamentos que o Polo só terá, com sorte, daqui a um ano.

    Teste – Volkswagen Nivus Comfortline 1.0T

    Aceleração
    0 a 100 km/h: 10,9 s
    0 a 1.000 m: 32,2 s – 162,4 km/h
    Velocidade máxima: 189 km/h

    Retomadas
    D 40 a 80 km/h: 4,8 s
    D 60 a 100 km/h: 6,0 s
    D 80 a 120 km/h: 7,3 s

    Frenagens
    60/80/120 km/h a 0: 14,3/25,9/59,7 m

    Consumo
    Urbano: 12,6 km/l
    Rodoviário: 16,2 km/l

    Ruído interno
    Neutro/RPM máx.: 40,4/66,4 dBA
    80/120 km/h: 62,7/68,1 dBA

    Aferição
    Velocidade real a 100 km/h: 99 km/h
    Rotação do motor a 100 km/h em 5a marcha: 1.900 rpm

    Seu Bolso
    Preço básico: R$ 89.190
    Garantia: 3 anos
    Revisões (até 60.000 km): R$ 2.080

    Ficha técnica – Volkswagen Nivus Comfortline

    Motor: flex, diant., transv., 3 cil., 12V, injeção direta, 999 cm³, 74,5 x 76,4 mm, 128/116 cv a 5.500 rpm, 20,4 kgfm de 2.000 a 3.500 rpm
    Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira
    Direção: elétrica, 10,2 m (diâmetro de giro)
    Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
    Freios: disco ventilado (diant.) e sólido (tras.)
    Pneus: 205/55 R17 Peso: 1.199 kg
    Peso/potência: 9,37/10,33 kg/cv
    Peso/torque: 58,77 kg/kgfm
    Dimensões: comprimento, 426,6 cm; largura, 175,7 cm; altura, 149,3 cm; entre-eixos, 256,5 cm; altura livre do solo, 17,6 cm; porta-malas, 415 l, tanque, 52 l

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade