Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novo Hyundai Creta 1.0 é mais rápido e econômico que T-Cross e Tracker?

Novo motor de três cilindros deixou o Creta econômico como nunca, mas ele supera os principais rivais?

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 17 set 2021, 17h01 - Publicado em 25 ago 2021, 15h18
Novo Hyundai Creta 2022 testado por QUATRO RODAS
Fernando Pires/Quatro Rodas

Ainda há quem estranhe SUVs com motores 1.0 turbo, mas é fato que eles estão passando de exceção à regra na base dos SUVs compactos e o novo Hyundai Creta 2022 deixa isso claro.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Volkswagen T-Cross e Chevrolet Tracker de nova geração já nasceram com motores 1.0 turbo. Agora o novo Creta abandona o motor 1.6 aspirado em detrimento ao três-cilindros 1.0 TGDI (turbo com injeção direta), presente em três das quatro versões do SUV.

Novo Hyundai Creta testado por QUATRO RODAS
Fernando Pires/Quatro Rodas

É um passo enorme para a Hyundai, que insiste em oferecer os motores 1.6 e 1.0 turbo simultaneamente na família HB20. No Creta, o novo motor também está sempre combinado ao câmbio automático de seis marchas.

  • Mas será que o Hyundai Creta está alinhado em desempenho e consumo com seus principais rivais?

    QUATRO RODAS já testou o novo Hyundai Creta Platinum 1.0 TGDI, que custa R$ 135.490. Ele está alinhado, tanto em preço quanto em conteúdo, com o Chevrolet Tracker Premier 1.0 turbo (R$ 127.390) e com o Volkswagen T-Cross Comfortline 200TSI com couro (R$ 132.530).

    Volkswagen T-Cross Comfortline
    Volkswagen T-Cross Comfortline Divulgação/Volkswagen

    O motor 1.0 três cilindros turbo do Creta é flex e entrega potência de 120 cv e torque máximo de 17,5 kgfm a 1.500 rpm seja com álcool ou gasolina. O 1.0 TSI do T-Cross também tem turbo e injeção direta, mas seus números são melhores: entrega 120/128 cv com gasolina e álcool, respectivamente, e 20,4 kgfm a 2.000 rpm.

    Chevrolet Tracker Premier 1.0
    Fernando Pires/Quatro Rodas

    O motor do Chevrolet Tracker tem uma diferença mecânica. Também é um 1.0 de três cilindros com turbo, mas sua injeção é indireta, uma multiponto convencional. Isso explica números mais modestos: 116 cv e 16,8 kgfm quando com álcool e 16,3 kgfm quando com gasolina, sempre a 2.000 rpm.

    Continua após a publicidade

    Torque, potência, rotação… Mas como esses números se traduzem em consumo e desempenho em nossa pista e qual deles leva a melhor? Confira a tabela a seguir:

    Testes de desempenho e consumo (com gasolina)

    Hyundai Creta Platinum 1.0 TGDI

    Volkswagen T-Cross Comfortline 200TSI

    Chevrolet Tracker Premier 1.0 turbo

    Aceleração de 0 a 100 km/h: 11,26 s 11,26 s 11,8 s
    Aceleração de 0 a 1.000 m: 33,18 s – 152,51 km/h 32,68 s – 160,2 33,68 s – 155,7 km/h
    Retomada de 40 a 80 km/h: 5,22 s 4,95 s  5,01 s
    Retomada de 60 a 100 km/h: 7,02 s 6,29 s 6,09 s
    Retomada de 80 a 120 km/h: 8,94 s 7,60 s 8,20 s
    Frenagens de 60/80/100/120 km/h a 0: 17,8/25,4/40,9/59,2 m 14,3/24,9/38,9/56,4 m 14,2/25,1/39,9/55,2
    Consumo urbano: 11,5 km/l 11,8 km/l 12,1 km/l
    Consumo rodoviário: 14,4 km/l 14,7 km/l 15,5 km/l

    O Hyundai Creta 1.0 turbo até chega a empatar no tempo de 0 a 100 km/h com o T-Cross, mas o Volkswagen garante superioridade em todas as outras medições de desempenho.

    Mais leve, o Chevrolet Tracker 1.0 turbo continua com o melhor consumo em qualquer ciclo de medição, assim como tem as melhores frenagens a 60 e 80 km/h.

    Novo Hyundai Creta testado por QUATRO RODAS
    Novo Hyundai Creta testado por QUATRO RODAS Fernando Pires/Quatro Rodas

    Ainda assim, o Creta 2022 1.0 turbo representa um belo avanço na comparação com o antigo Creta 1.6 (que segue vivo apenas na versão Action 1.6). Em nossos testes, vai de 0 a 100 km/h em 12,6 segundos e registrou consumo de 10,3 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada.

    Mesmo o 2.0 aspirado não era tão mais rápido: chegava aos 100 km/h em 10,8 segundos – 0,46 s mais cedo que o 1.0. O consumo, porém, era bem pior: 8,2 km/l em ciclo urbano e 12,7 km/l no rodoviário. Sempre com gasolina.

    Preço das versões do novo Hyundai Creta 2022:

    VERSÃO MOTOR PREÇO
    Comfort 1.0 Turbo GDI R$ 107.490
    Limited 1.0 Turbo GDI R$ 120.490
    Platinum 1.0 Turbo GDI R$ 135.490
    Ultimate 2.0 Smartstream R$ 146.990

     

    Ficha Técnica – Hyundai Creta Platinum 1.0 Turbo

    • Motor: flex, diant., transv., 3 cil., 12V, comando de válvulas variável na admissão e no escape, injeção direta, 998 cm³, 120 cv a 6.000 rpm, 17,5 kgfm a 1.500 rpm
    • Câmbio: automático, 6 m., tração dianteira
    • Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
    • Freios: disco ventilado (diant.), sólido (tras.)
    • Direção: elétrica
    • Pneus: 215/60 R17
    • Dimensões: comprimento, 430 cm; largura, 179 cm; altura, 163,5 cm; entre-eixos, 261 cm; porta-malas, 422 l; tanque de combustível, 50 litros; Peso, 1.270 kg

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa quatro rodas 748 agosto 2021

    Continua após a publicidade
    Publicidade