Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Novo Citroën C3 nacional pode ter motor mais sofisticado na Argentina

Gosto do consumidor e legislação fará com que o novo Citroën C3 tenha motor mais sofisticado e potente nas versões de entrada destinadas à Argentina

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 29 mar 2022, 19h12 - Publicado em 29 mar 2022, 07h24

O novo Citroën C3 teve sua produção iniciada na fábrica de Porto Real (RJ) há algumas semanas. E foi justamente um vídeo institucional sobre este momento que revelou um detalhe até então desconhecido: o hatch compacto terá motor maior e mais moderno para o mercado argentino.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

Em vez do motor 1.0 6V Firefly, da Fiat e fabricado no Brasil, os carros destinados à exportação seriam equipados com o motor 1.2 12V Pure Tech, revela o site Autos Segredos.

No passado, esse motor equipava o antigo C3 e o Peugeot 208, e havia sido dispensado pelo custo mais elevado por ser importado da Europa. Também tem três cilindros, mas é mais sofisticado, especialmente por ter quatro válvulas por cilindro.

motor-1.2-tres-cilindros-c3
Imagem revela o motor 1.2 na linha de produção Reprodução/Citroën
Continua após a publicidade

Também há uma questão cultural em jogo, pois o mercado argentino tem alguma rejeição a motores 1.0, mesmo em carros de entrada. Enquanto no Brasil, a legislação favorece os 1.0 com a cobrança de menos impostos. Uma vantagem para os argentinos é que terão um C3 básico com 82 cv, em vez dos 71 cv do 1.0.

Novo-Citroen-C3-2023
Divulgação/Citroën

Versões do novo Citroën C3

No Brasil, o novo Citroën C3 2023 estará disponível com os motores 1.0 Firefly e 1.6 16V EC5 e em seis versões: Live 1.0, Feel 1.0, First Edition 1.0, Feel 1.6 , Feel 1.6 Pack AT, First Edition 1.6 AT.

Novo-Citroen-C3-2023
Divulgação/Citroën

O motor 1.0 Firefly P-L7 tem 71/74 cv a 6.000 rpm e torque de 10/10,7 kgfm a 3.250 rpm e estará sempre combinado com câmbio manual de cinco velocidades. O motor 1.6 EC5 rende rende 113/120 cv a 6.000 rpm e torque de 15,4 kgfm a 4.250 rpm quando com gasolina e 15,6 kgfm a 4.500 rpm com etanol, e será combinado ao câmbio manual de cinco marchas ou ao automático de seis.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês