Clique e assine por apenas 5,90/mês

Volkswagen confirma inédito sedã Virtus para o Brasil

Sedã intermediário chega ainda este ano baseado na plataforma MQB

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 7 abr 2017, 19h37 - Publicado em 7 mar 2017, 15h01
Esboço foi exibido durante a apresentação do Arteon em Genebra
Esboço foi exibido durante a apresentação do Arteon em Genebra Reprodução

Apesar de realizado (e focado) na Europa, o Salão de Genebra mal começou e já revelou uma importante novidade para o Brasil: o Volkswagen Virtus. O inédito sedã intermediário teve sua existência confirmada, e deve ser apresentado ainda em 2017 por aqui.

Enquanto apresentava outras seis novidades programadas para os próximos meses (como o novo sedã de luxo Arteon), Herman Heiss, o diretor geral de carros da Volkswagen, falou sobre o Virtus. De acordo com o executivo, o sedã utilizará a plataforma modular MQB (a mesma do Golf), em uma estratégia que visa a recuperação da marca no mercado local.

Virtus será o primeiro carro brasileiro derivado da plataforma MQB Reprodução

Além de uma imagem com poucos detalhes, nenhuma outra informação foi revelada. No entanto, especulações apontam que o Virtus ocupará o espaço formado entre Voyage e Jetta, como há muito tempo se espera – no ano passado, a Volks chegou a fazer clínicas com a atual geração do Santana chinês para clientes brasileiros.

O novo sedã brasileiro terá porte semelhante ao do Santana chinês, com tamanho intermediário entre Voyage e Jetta
O novo sedã brasileiro terá porte semelhante ao do Santana chinês (acima), com tamanho intermediário entre Voyage e Jetta Du Oliveira

O novo Virtus, porém, não tem nada a ver com o Santana chinês (este último baseado na antiga plataforma PQ35). Especula-se que ele seja um nome inédito para a nova geração do Polo Sedan – o hatch deve ser apresentado ainda este ano, baseado na já citada plataforma modular MQB. Ou seja: são fortes os sinais de que o Polo voltará ao Brasil, seja revivando o nome ou substituindo o Gol em uma versão simplificada.

Previsto para 2018 está o inédito SUV compacto da marca, o T-Cross, e a picape média intermediária entre a Saveiro e a Amarok. Em Genebra, foi confirmada a produção do SUV com perfil de cupê T-Roc, apresentado como conceito em 2014.

Continua após a publicidade
Publicidade