Segredo: picape VW Tarok será a cara do SUV Tarek, mas está sob risco

Picape rival da Toro "não chega antes de 2021", segundo presidente da marca, mas pode atrasar ainda mais e não tem investimentos assegurados

VW Tarok

VW Tarok (Volkswagen/Divulgação)

Muito frisson se criou em cima da picape Volkswagen Tarok, mostrada como conceito no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018 e desenvolvida sob medida para encarar a Fiat Toro.

QUATRO RODAS obteve mais algumas informações sobre o projeto, em parceria com o site Autos Segredos e também contando com algumas pistas dadas por Pablo di Si, presidente da marca na América Latina.

As duas primeiras informações: Tarok ainda não é seu nome definitivo e o projeto será derivado diretamente do SUV médio Tarek, previsto para ser lançado em nosso mercado entre o fim de 2020 e o início de 2021.

“Tarok é um nome de projeto, porque nem o próprio veículo está definido. [Mas] O projeto é derivado do Tarek”, disse o executivo com exclusividade à nossa reportagem durante o lançamento do Polo GTS.

Picape Tarok foi criada na medida para encarar a Toro

Picape Tarok foi criada na medida para encarar a Toro (Divulgação/Volkswagen)

Quando Di Si fala em “derivado”, não está mencionando apenas o compartilhamento da plataforma MQB-A, a mesma que dá vida a Golf, Jetta, Tiguan e afins.

A Tarok, na verdade, será diretamente nascida da costela do Tarek, tal qual ocorre com a Saveiro em relação ao Gol. Isso significa que deve herdar boa parte dos elementos de carroceria do SUV da ponta do nariz até a coluna B.

Basta observarmos que tanto o protótipo da Tarok quanto o Tarek de produção na China medem os mesmos 1,83 m de largura.

Da ponta à coluna B, Tarok e Tarek serão praticamente o mesmo carro

Da ponta à coluna B, Tarok e Tarek serão praticamente o mesmo carro (Divulgação/Volkswagen)

Pensando bem, talvez a adoção de nomes de projeto tão parecidos – Tarek e Tarok, com apenas uma vogal de diferença – não tenha sido por acaso…

Isso explica, ainda, o fato de a Tarok receber internamente o código 317, enquanto o Tarek é conhecido pelos engenheiros como 316. Como comparação, a atual geração do Polo tinha numeração interna 270 e o Virtus, sedã diretamente derivado dele, 271.

Agora vem a notícia não tão boa.

Tarok deve contar com motorização turbo flex e diesel

Tarok deve contar com motorização turbo flex e diesel (Divulgação/Volkswagen)

Quando diz que “nem o próprio veículo está definido”, Di Si explicita que a picape vem sendo cozinhada em banho maria pela Volkswagen. Nem seu local de produção está confirmado – inicialmente, seria em São José dos Pinhais (PR).

“O ciclo [de lançamentos] até 2020 já está definido. Então, se ela [Tarok] existir, não será antes de 2021”, resumiu Di Si, colocando dúvidas sobre o modelo e afirmando que os investimentos para a sequência do projeto ainda precisam ser aprovados.

Vale lembrar que no último Salão de Frankfurt, em setembro passado, o mesmo Pablo di Si afirmara que a Tarok seria o terceiro produto criado pela filial brasileira da Volkswagen a ter projeção global.

O primeiro, nas palavras do próprio executivo, é o CUV Nivus, já confirmado para o segundo semestre deste ano. O segundo deve ser o ainda misterioso projeto A0 SUV, que ganhará vida apenas em 2022.

Quando foi mostrada, Tarok parecia muito perto de um modelo de produção

Quando foi mostrada, Tarok parecia muito perto de um modelo de produção (Volkswagen/Divulgação)

Aqui vale a comparação: o A0 SUV já possui uma fábrica definida – Taubaté (SP) – e acordo com o sindicato dos metalúrgicos local para produção.

A Tarok não tem sequer isso, embora haja negociações em andamento com o sindicato de São José dos Pinhais a respeito. Ou seja, seu estágio de desenvolvimento parece ainda mais embrionário que o do A0 SUV.

Tendo isso como norte, mais o cronograma antecipado por Di Si em Frankfurt, podemos inferir que o lançamento da Tarok ficará para o fim de 2022 ou até 2023. Isso se acontecer…

Projeto ganhou notoriedade pela modularidade da cabine

Projeto ganhou notoriedade pela modularidade da cabine (Divulgação/Volkswagen)

Tamanha distância deixa claro que o desenho registrado no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) algumas semanas atrás não passava de um esboço do conceito mostrado no Salão de SP de 2018, e não da picape definitiva, como chegou a se aventar.

Caso saia do papel, a Tarok terá dimensões muito próximas às da Toro e deve contar com motorização 1.4 turbo flex nas configurações de entrada e uma opção a diesel nas versões de topo.

Criado a partir do chinês Tharu, Tarek terá visual mais moderno no Brasil (e pode receber outro nome)

Criado a partir do chinês Tharu, Tarek terá visual mais moderno no Brasil (e pode receber outro nome) (Divulgação/Volkswagen)

Já o SUV Tarek está confirmado para produção em General Pacheco, Argentina, no último semestre deste ano.

Criado a partir do projeto chinês Tharu, ele terá visual próprio na América do Sul (o conceito da Tarok deve dar algumas pistas sobre ele) e também pode ter o nome alterado antes do lançamento.

Seu motor será 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 mkgf, o mesmo de Jetta, Polo GTS e versões de entrada do Tiguan. Seu entre-eixos, aliás, será o mesmo do Jetta: 2,69 metros, enquanto a picape mede 2,99 m.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s