Clique e assine por apenas 8,90/mês

Acredite se quiser: VW terá outro SUV nacional abaixo de T-Cross e T-Sport

Pablo di Si, presidente da marca, confirmou a produção de outro SUV nacional em Taubaté. Modelo deve ser apresentado no final de 2020

Por Henrique Rodriguez, de Frankfurt (Alemanha), e Leonardo Felix - Atualizado em 11 set 2019, 05h47 - Publicado em 10 set 2019, 12h59
Projeção do possível SUV (ainda mais) compacto da Volkswagen Du Oliveira/Quatro Rodas

A investida da Volkswagen no mercado de SUVs ainda não terminou no Brasil.

Depois de lançar o médio Tiguan Allspace e o compacto T-Cross, de confirmar um SUV cupê compacto – cujo nome deve ser T-Sport; confira nossa projeção do modelo – e de acenar para a chegada do compacto-médio Tarek (que será produzido na Argentina em 2021, mas pode chegar antes via México), a fabricante alemã terá um quinto utilitário em nosso mercado no final de 2020.

E, pasmem, ele deve ser menor do que todos os outros modelos citados anteriormente.

Pequeno SUV a ser feito em Taubaté chega depois do SUV cupê T-Sport, que será feito no ABC paulista Du Oliveira/Quatro Rodas

Pablo di Si, presidente da marca na América do Sul, confirmou a jornalistas em encontro no Salão de Frankfurt (Alemanha) que há um projeto em curso para a fábrica de Taubaté (SP).

Continua após a publicidade

Sua apresentação ocorrerá no segundo semestre do ano que vem e a Volkswagen já está, inclusive, negociando com o sindicato local. O executivo fez questão de deixar claro que a Volks não sairá do segmento de entrada no Brasil.

Se o presidente não revela, QUATRO RODAS vai atrás de informação. E relembra que, em março deste ano, o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (SP) confirmou um acordo para produzir lá um projeto denominado “VWA0SUV”

Segundo Di Si, a Volkswagen apresentará no ano que vem “o segundo de um total de três projetos desenvolvidos no Brasil que chegarão à Europa”, junto do T-Sport e da picape compacta-média Tarok – que estará no Salão de Frankfurt nos dias abertos ao público.

Para QUATRO RODAS, trata-se do mesmo modelo.

Continua após a publicidade
Tarok será o terceiro projeto da VW do Brasil a ganhar o mundo entre 2020 e 21 Henrique Rodriguez/Quatro Rodas

Di Si também se esquivou de revelar quais serão as dimensões ou o posicionamento desse futuro modelo em relação aos demais SUVs da Volkswagen. “[Como o novo SUV será posicionado?] Essa é nossa conversa quase diária. Eu acredito que o mercado vai expandir e ficar cada vez mais segmentado”, previu o executivo.

“Hoje podemos ter SUVs maiores, menores, mais esportivos… Por isso vamos ter o A0 CUV, que apresentamos semana passada, e por isso temos o Tiguan, o Tarek, o T-Cross e um que vai ficar por aí, não vou falar onde…”, disse, com ar de mistério.

T-Cross ficará posicionado acima dos dois novos SUVs Divulgação/Volkswagen

A0 é o dimensionamento da plataforma MQB voltado a veículos compactos, como Polo, Virtus, T-Cross e T-Sport. Ou seja: o misterioso SUV anunciado por Di Si será pequeno, e aí só resta que seja posicionado abaixo de T-Cross e T-Sport.

Logo acima do T-Cross ficará o Tarek Divulgação/Volkswagen

“O tamanho de 4 metros [de comprimento] é o minimo para um SUV”, afirmou o chefão sul-americano da Volkswagen, que depois completou: “A mudança de silhuetas é fundamental, assim como a questão da conectividade”.

Continua após a publicidade

Se o T-Cross possui 4,20 metros de comprimento no Brasil e 4,11 m na Europa, por que não esperar por um SUV ainda menor, justamente na faixa de 4 metros? Já a questão da silhueta do modelo, esta segue sendo um grande segredo.

Tiguan Allspace R-Line 350 TSI
No topo da cadeia de SUVs da Volkswagen ficará o Tiguan Divulgação/Volkswagen

Para isso, sua distância entre-eixos não poderia superar os 2,56 metros de Polo, T-Sport e do T-Cross europeu, ficando talvez até um pouco abaixo disso (e antecipando o entre-eixos do sucessor de Gol e Up!).

O motor 1.0 TSI nas calibrações 170 ou 200 TSI é forte candidato a equipar um modelo nessas configurações tão compactas, assim como o 1.6 MSI. Mas esses detalhes, por enquanto, não passam de especulações.

Com a chegada desse “mini-SUV”, a Volkswagen fecharia a “escada” de utilitários esportivos à venda no Brasil com cinco produtos: ele, o T-Sport, o T-Cross, o Tarek e o Tiguan.

Continua após a publicidade

Segundo di Si, não há espaço no país para produtos de porte maior, como o Atlas, o Atlas Cross Sport ou o Touareg. “Eles não cabem nos shoppings de São Paulo”, enfatizou o executivo.

Publicidade