Renault Fluence GT

Antes comportado, o sedã troca a roupa executiva para deixar clara a vontade de acelerar

lancamentos lancamentos

lancamentos (/)

O mercado de sedãs turbinados acaba de ganhar um novo representante. Após ser apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, o Fluence GT chega às concessionárias da Renault com o status de primeiro modelo desenvolvido pela Renault Sport, divisão de veículos esportivos da marca francesa.

Equipado com um motor 2.0 a gasolina com turbocompressor, o sedã de 180 cv vai de 0 a 100 km/h em oito segundos e chega aos 220 km/h, segundo dados informados pela montadora. A vocação esportiva é escancarada por toda a carroceria, decorada com saias laterais, aerofólio traseiro, rodas de liga leve de 17 polegadas exclusivas e detalhes cromados. O interior possui volante revestido em couro com costura vermelha e pedaleiras de alumínio. Apenas três cores são oferecidas: preto, branco e vermelho.

A lista de equipamentos de série é praticamente o mesmo da versão Privilège, incluindo ar-condicionado digital com duas zonas de regulagem de temperatura e saídas de ar para os passageiros de trás, bancos de couro, chave do tipo cartão, direção elétrica com assistência variável, airbag duplo frontal, lateral e do tipo cortina, controles de estabilidade (ESP) e de tração, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, Bluetooth, rádio CD Player com reprodução de arquivos em MP3 e conexão iPod, sistema de navegação por satélite (GPS) integrado ao painel e computador de bordo. Faróis de xenon com lavadores e teto solar elétrico são oferecidos de fábrica no modelo GT, oferecido somente com transmissão manual de seis marchas.

O Fluence GT tem preço sugerido de 79.370 reais, mais do que os 74.900 reais pedidos pela Peugeot no 408 THP – equipado com o motor 1.6 de 165 cv -, mas abaixo dos 84.990 reais do VW Jetta Highline, sendo que o sedã da marca alemã pode chegar a 87.820 reais se equipado com o teto solar. No entanto, os dois rivais oferecem a comodidade da transmissão automática, sendo que o Jetta oferece 20 cv a mais que o Fluence. Apesar da forte concorrência, a Renault espera emplacar cerca de 70 unidades do Fluence GT por mês, respondendo por aproximadamente 5% do mix de vendas do sedã.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s