Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

JAC T8

Ela nasceu para o serviço, mas se dá bem no lazer

Por Zeca Chaves Atualizado em 8 nov 2016, 18h10 - Publicado em 18 set 2014, 18h43
impressoes

Você deve estar se questionando o que faz aqui uma van de transporte de passageiros. A pergunta faz sentido, já que a JAC diz que só 11% das T8 são para particulares. Quando a vi na garagem da QUATRO RODAS, pensei duas vezes antes de levá-la para o fim de semana com a família. Moro em prédio e achei que ela não entraria numa vaga tradicional. Que nada. É 1,84 metro de largura, quase o mesmo que um Ford Focus (1,82). Como as laterais são retas e os retrovisores, altos, encaixá-la foi fácil. Se sua vaga é bem apertada, relaxe: dá para sair por trás pelas duas amplas portas corrediças, que não ocupam espaço ao abrir. Onde pode complicar é em altura (1,97) e comprimento (5,10), bem mais longo que um Azera (4,91).

Meus filhos, Vítor e Sofia, amaram a T8. Com 13 e 11 anos, disseram que foi o carro mais legal que eu já levei para casa, superando a empolgação de andar em Audi, BMW e até num Camaro conversível. Ele adorou os bancos centrais, que reclinam totalmente e giram em 360 graus: “Você põe um de frente para o outro e vira uma sala de estar”. Já ela elogiou o ar-condicionado exclusivo e o teto solar para os passageiros de trás: “E é espaçoso pra caramba aqui”. Não é para menos: são 3,08 metros de entre- -eixos, muito mais que no Corolla (2,7).

Enquanto a molecada se divertia lá atrás, eu me entretinha à frente. Som com DVD e Bluetooth, bancos dianteiros de couro com aquecimento e ajuste elétrico e um motor 2.0 turbo de 175 cv que é competente depois que embala: começa a acordar a 2 000 rpm e trabalha bem a partir dos 3 000. É até gostoso de dirigir, apesar do alto ruído interno. O câmbio de seis marchas não prima pela precisão e, por estar no painel, fica longe das mãos. Mas permite a colocação de um porta-objeto gigantesco no centro.

Quem tem um sete-lugares sabe que não dá para usar o porta-malas com todos os assentos ocupados. Com a T8, é diferente. A JAC diz que são 1 310 litros, mas é com malas até o teto. Até o banco, levei duas mochilas grandes, uma média, caixa do videogame Xbox e sobrou quase metade do espaço. O preço também atrai: seus R$ 94 990 são menos que Kia Carnival (R$ 159 900) ou Hyundai Santa Fe (R$ 161 900), mais equipadas e bem-acabadas, só que não carregam muita bagagem com sete pessoas. Agora entendeu o que a T8 faz aqui?

VEREDICTO

Com acabamento simples e pouca sofisticação, a van chinesa é para quem quer levar sete com muito conforto e ainda precisa de um bom porta-malas, mas tem limitação no orçamento.

Continua após a publicidade

Publicidade