Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Flagra: nova Chevrolet Montana intensifica testes para chegar em 2023

Novas imagens mostram entre-eixos possivelmente menor do que na rival Toro e freios traseiros a tambor

Por Guilherme Fontana Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 1 dez 2021, 10h08 - Publicado em 30 nov 2021, 12h28

A nova Chevrolet Montana parece estar perdendo a vergonha. Após ter sido flagrada pela primeira vez no litoral de São Paulo, a picape agora foi vista pelo leitor Wallace Valverde rodando pelo Rodoanel, próximo a capital paulista. As novas imagens dão melhor ideia de proporções da picape, que deverá chegar em 2023.

Black friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

No visual, como já sugerem os posicionamentos das luzes e a origem da picape, a Montana seguirá os traços do Trailblazer vendido na Coreia – diferente e menor em relação ao homônimo vendido no Brasil. Os faróis deverão ser divididos como na Toro, com as luzes principais em posição mais baixa em relação às luzes diurnas, colocadas próximas ao capô.

Chevrolet Montana
Picape seguirá as linhas do SUV Trailblazer vendido na Coreia, com faróis divididos em dois andares (Wallace Valverde/Quatro Rodas)

Segundo os novos flagras, a lateral tem grandes semelhanças com a Fiat Toro, um dos alvos da Chevrolet, como o formato da cabine e a proporção com a caçamba. Já o grande balanço traseiro e o entre-eixos curto remetem à Renault Oroch, outra rival da novata. Assim, o entre-eixos deverá ficar mais próximo dos 2,83 metros da Oroch, do que dos 2,99 m da Toro.

Motores e equipamentos

A aposta é de que a Montana sai da fábrica de São Caetano do Sul (SP) com duas motorizações diferentes. O já conhecido 1.2 turbo de 133 cv, visto no Tracker, equiparia as versões de entrada da picape (com opções de câmbio manual e automático, ambos de seis marchas), enquanto as configurações mais caras teriam o 1.3 turbo que move o Onix Plus na China.

Chevrolet Montana
Nova Montana poderá ter motores 1.2 e 1.3, ambos turbinados, mas nada de tração 4×4 (Wallace Valverde/Quatro Rodas)

Por aqui, convertido para flex, o motor poderá ter cerca de 170 cv – número suficiente para brigar com os 185 cv da Toro e os 170 cv da Oroch, que adotará o mesmo 1.3 turbo do Captur em breve. Ainda na mecânica, fontes ouvidas por QUATRO RODAS apontaram que a nova Montana terá freios traseiros a tambor, como na concorrência.

Os pacotes de equipamentos deverão seguir os do Tracker, com direito a frenagem automática de emergência, alerta de pontos cegos, wi-fi a bordo, faróis full LED nas versões mais caras, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay sem fio, e carregadores de celular por indução.

Picape terá faróis divididos, como a rival Fiat Toro
Picape terá faróis divididos, como a rival Fiat Toro (Renato Aspromonte/Quatro Rodas)

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

CAPA 751 quatro rodas

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.