Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Renault Oroch 2023 terá motor 1.3 turbo para se emancipar do Duster

Emancipada do Duster, picape mantém carroceria antiga com novo interior e o moderno motor 1.3 turboflex de 170 cv

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 8 set 2021, 09h28 - Publicado em 8 set 2021, 03h00
Renault Duster Oroch
Dianteira segue o estilo do Duster vendido na Índia Renato Aspromonte/Quatro Rodas

A Renault Duster Oroch não faz grande sucesso em vendas no Brasil, mas é um dos modelos nacionais mais exportados. Além da América Latina, também é comercializada na África. Seu futuro é promissor, mas nem por isso se deve esperar por alterações profundas na linha que estreia no início de 2022.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

Assim como no Captur, sua reestilização vai pouco além do motor 1.3 TCe e do câmbio CVT. Ou seja: manterá o para-brisa mais vertical e as portas com o vinco arqueado, que o Duster abandonou. Por isso, ela será emancipada do SUV: passará a ser chamada apenas Renault Oroch.

  • Mesmo assim, o novo visual da dianteira vem do Duster indiano, com faróis com luzes diurnas de leds integrados, novos nichos para os faróis de neblina e grade com elementos cromados flutuantes. Não se fala em mudanças na traseira da picape, ainda que carros em teste sugiram novas lanternas.

    Duster Oroch
    Tela será deslocada para cima sem alterar as saídas de ar herdadas do Duster Renato Aspromonte/Quatro Rodas

    A cabine receberá painel com formas horizontais, com muita coisa aproveitada do Duster reestilizado. Mas a parte central será completamente diferente, com central multimídia destacada e nicho para guardar objetos no meio do console central, o que sempre é valorizado por donos de picapes.

    Continua após a publicidade
    Renault Duster Oroch flagrada em Curitiba
    Renault Duster Oroch flagrada em Curitiba Enzo Shinji/Quatro Rodas

    O volante passa a ser o mesmo de Sandero, Logan e Duster. O mais curioso, porém, será ver o quadro de instrumentos do Captur, antiquado mas com velocímetro digital.

    A Renault até testa no Brasil a nova Oroch com o motor 1.3 turbo de 170 cv e 27,5 kgfm com câmbio manual de seis marchas e tração 4×4. Contudo, essa mecânica continuará exclusiva dos carros para exportação.

    Por aqui, a fábrica manterá o motor 1.6 de 120 cv e o câmbio manual de cinco marchas nas versões básicas, e terá o novo motor turbo com câmbio CVT com oito marchas simuladas nas mais caras.

    Flagra – Renault Oroch 2023

     

     

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade