Clique e assine com até 75% de desconto

VW Golf GTE tem estoque vendido para locadora e hatch morre no Brasil

Encalhado desde o lançamento, no fim de 2019, o modelo híbrido teve pelo menos 57 carros negociados com a Unidas

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 12 nov 2020, 11h10 - Publicado em 10 nov 2020, 14h22

O Volkswagen Golf morreu de vez para o mercado brasileiro: após um ano, acabaram as 99 unidades da versão híbrida GTE. Mas os alemães precisaram apelar à locadora Unidas para desencalhar o estoque do esportivo – que ainda era da geração anterior.

De acordo com apuração da QUATRO RODAS, a empresa faturou 57 unidades somente em outubro, mas a compra é ainda maior. “Não posso falar o total de veículos, mas é um pouco mais que isso”, diz Dirley Ricci, diretor de gestão de ativos da Unidas.

E, segundo fontes ligadas ao fabricante, o Golf GTE teve resistência dos compradores por conta do sistema híbrido e do valor. “Somos um importante canal de distribuição, pois o cliente pode ficar reticente em pagar R$ 200.000 por um carro”, reforça o executivo.

A Black Friday já começou na Quatro Rodas! Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

Em contratos para locadoras, os descontos variam, em média, de 15% a 20%, segundo dados da Abla (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis). Mas Ricci afirma que “cada caso é um caso” e que isso se aplica também à negociação do híbrido alemão.

Ainda que o conjunto eletrificado não seja necessariamente uma novidade no nosso país, somente três revendas Volkswagen estão credenciadas para manutenção e revisões da configuração derradeira aqui, nas cidades de Brasília (DF), Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

As rodas aro 16 são exclusivas e calçam pneus de baixa resistência Fernando Pires/Quatro Rodas

E o Golf GTE será oferecido ao público por meio das lojas da Unidas nas três capitais. Mas também haverá outras duas frentes de negócio disponíveis no Brasil inteiro: no Livre, com contratos de longo prazo, de 12 a 48 meses, para pessoas físicas; e fornecimento de frota a empresas.

Continua após a publicidade

Segundo o diretor de gestão de ativos da Unidas, o modelo será oferecido aos clientes já na segunda quinzena deste mês de novembro, quando estará disponível para reservas nos pontos físicos e no site da empresa. O Golf GTE ainda consta no site da VW.

Fernando Pires/Quatro Rodas

Essa configuração esportiva marcou a despedida do modelo por aqui, já que o fabricante não confirma a chegada da nova geração – cada vez menos viável, considerando a queda de relevância da categoria de hatches médios quando comparada à de SUVs.

Equipado com motor 1.4 turbo a gasolina de 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque e outro elétrico de 102 cv e 33,6 kgfm, a configuração GTE oferece 204 cv e 35,7 kgfm. E, na nossa pista, foi mais econômico que o Up TSI e rápido como o Golf GTI.

  • Vale lembrar que a eletrificação está há anos nos planos do fabricante, que já prometeu cinco modelos elétricos e híbridos para a América Latina até 2023 – que, além da família ID, com o SUV ID.4, pode resultar em uma configuração sustentável do Up!.

    Atualização:

    Procurada pela reportagem, a Volkswagen não respondeu até o momento da publicação. Posteriormente, o fabricante alemão enviou um comunicado à imprensa especializada tratando a negociação como uma parceria firmada com a locadora Unidas.

    Entretanto, segundo Dirley Ricci, diretor de gestão de ativos da Unidas, não houve nenhum tipo de benefício na negociação, como subsídio para manutenção ou garantia de recompra dos veículos, se tratando de uma “transação comercial convencional”.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade