Clique e assine por apenas 5,90/mês

Volkswagen ID.4 é o SUV elétrico que (realmente) pode vir ao Brasil

Com versões de tração integral e até 306 cv, o modelo deverá ser o primeiro totalmente livre de emissões da marca no Brasil

Por Gabriel Aguiar - 4 set 2020, 18h06
Modelo será revelado por completo no fim de setembro Divulgação/Volkswagen

O Volkswagen ID.4 será apresentado oficialmente nas próximas semanas, mas seus teasers quase não chamaram atenção por aqui. Contudo, um detalhe torna o modelo especialmente interessante para os brasileiros: pode ser o primeiro carro elétrico da marca à venda no nosso país.

Como QUATRO RODAS antecipou há quase um ano, o SUV cupê elétrico ganhou a preferência do fabricante por conta da suspensão elevada em relação ao hatch ID.3 – que foi considerado perigosamente baixo para as condições daqui.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Essa preocupação com altura em relação ao solo é especialmente importante para carros elétricos com baterias instaladas sob o assoalho (como é o caso dessa plataforma MEB).

Suspensão elevada do SUV a futura vinda para nosso país Divulgação/Volkswagen

“Não adianta [o primeiro carro elétrico] ser o ID.3, bater a parte de baixo [numa valeta] e depois não funcionar”, disse Pablo Di Si, presidente da Volkswagen para a América do Sul, em entrevista durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha.

Continua após a publicidade

Por enquanto, alguns detalhes do ID.4 ainda continuam sob sigilo – ao menos até o fim deste mês, quando será mostrado por completo –, mas o fabricante já antecipou imagens do interior (que é praticamente igual àquele do irmão hatch).

Painel é praticamente o mesmo do hatch ID.3 Divulgação/Volkswagen

Com exceção do friso no painel, de mudanças sutis no console central e das novas saídas de ventilação, o ambiente é o mesmo em ambos. Só que o SUV tem vantagem no espaço interno, principalmente no porta-malas, que leva até 534 litros.

Na lista de equipamentos, o SUV elétrico terá (ao menos para o mercado europeu) itens como teto solar panorâmico, bancos dianteiros com massageadores, iluminação da cabine com até 30 cores, central multimídia e ar-condicionado digital.

Por enquanto, o modelo está disponível para reserva – lá fora – apenas na opção de tração traseira, que tem 203 cv de potência e 31,6 kgfm de torque. No caso das configurações de tração integral, esses números sobem a 306 cv e 45,9 kgfm.

Modelo terá versões de tração traseira e também de tração integral Divulgação/Volkswagen

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade