Sucessora da Toyota Corolla Fielder é revelada com até 180 cv

Perua terá duas versões híbridas e porta-malas com quase 600 litros de volume

A dianteira da perua é idêntica â do Corolla hatch

A dianteira da perua é idêntica â do Corolla hatch (Divulgação/Toyota)

Quanta saudade e desejo alguém pode sentir? Bem, a Toyota parece estar testando nossos limites com a nova Corolla Touring Sports, a sucessora espiritual da icônica Fielder.

A perua adota o mesmo visual e plataforma modular do Corolla hatch – que, por sua vez, também será a base do próximo Corolla que chegará ao Brasil em 2019.

O entre-eixos de 2,70 m é 10 cm maior do que o da antiga Fielder

O entre-eixos de 2,70 m é 10 cm maior do que o da antiga Fielder (Divulgação/Toyota)

A perua será oferecida inicialmente no mercado europeu com três opções de motores, sendo só um convencional.

O interior inclui sistema multimídia e quadro de instrumentos customizável – mas sem o famigerado reloginho digital

O interior inclui sistema multimídia e quadro de instrumentos customizável – mas sem o famigerado reloginho digital (Divulgação/Toyota)

O pacote de entrada é formado pelo motor 1.2 turbo de 116 cv em conjunto com o câmbio manual de seis marchas.

Acima dele há duas opções híbridas, com motor 1.8 ou 2.0 e potência combinada de 122 cv e 180 cv, respectivamente. Nas variantes de dois motores o câmbio é sempre automático, do tipo CVT.

Com os bancos traseiro em posição normal são 598 litros de volume. O teto-solar panorâmico é opcional

Com os bancos traseiro em posição normal são 598 litros de volume. O teto-solar panorâmico é opcional (Divulgação/Toyota)

O trem de força da versão 1.8, inclusive, é o mesmo do Prius, que em breve adotará uma inédita versão flex no Brasil.

O entre-eixos da perua também foi alongado em 6 cm na comparação com o hatch, totalizando 2,70 m. Além do espaço extra para os ocupantes, a Touring Sports conta com um vasto porta-malas de 598 litros de volume, segundo a Toyota.

Uma exclusividade da perua é a suspensão traseira independente do tipo multibraço, um sistema mais refinado do que o eixo de torção usado pelo hatch (e pelo Corolla Sedan).

Esse pacote tentador, porém, tem poucas chances de chegar ao Brasil. A Toyota do Brasil irá priorizar a próxima geração do Corolla sedã e os sucessores do Yaris e Etios por aqui.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s