Mini Convertible chega à nova geração maior e mais espaçoso

Teto retrátil pode ser totalmente aberto ou fechado em 18 segundos

fabricantes fabricantes

fabricantes (/)

A nova geração do Mini Convertible foi lançada nesta sexta-feira (23), com preço inicial de 18.475 libras esterlinas. Longe de querer revolucionar, o modelo é, na verdade, uma natural evolução a partir da renovação do hatch de três portas, utilizando a já conhecida plataforma UKL e, consequentemente, ficando maior do que seu antecessor e com maior espaço interno para ocupantes e para carga.

mini-convertible-2.jpeg mini-convertible-2.jpeg

mini-convertible-2.jpeg (/)

O comprimento do conversível foi ampliado em 9,8 centímetros (sendo 2,8 cm referentes ao espaço entre-eixos), chegando a 3,82 metros. O modelo também está 4,4 cm mais largo (1,73m no total) e 0,7 cm mais alto (1,415m). Além de permitir que os passageiros fiquem mais confortáveis do interior do carro, as mudanças beneficiam aqueles que fazem um uso mais frequente do porta-malas, com capacidade ampliada em 25%, para 215 litros com a capota fechada e 160 litros com ela aberta.

mini-convertible-3.jpeg mini-convertible-3.jpeg

mini-convertible-3.jpeg (/)

Por sinal, o teto retrátil, feito com tecido, pode ser totalmente aberto ou fechado em 18 segundos, e, para isso, é necessário que o carro esteja transitando a uma velocidade máxima de 30 km/h. Aliás, para os entusiastas do Reino Unido, o teto pode ter os grafismos da clássica bandeira “Union Jack” solicitada como item opcional. Por dentro, há novas opções de revestimento de couro.

mini-convertible-4.jpeg mini-convertible-4.jpeg

mini-convertible-4.jpeg (/)

Sob o capô, estão disponíveis os motores 1.5 turbo de três cilindros a gasolina, que desenvolve 136 cavalos de potência, e sua versão movida a diesel, entregando 116 cv, e o 2.0 turbo de quatro cilindros, de 192 cv (versão S). A transmissão pode ser manual ou automática, sempre com seis velocidades. Em breve, uma nova opção de entrada estará disponível, equipada com o propulsor 1.2 a gasolina de 102 cv, bem como uma nova configuração de topo movida a diesel (SD), 2.0, de 168 cv. Por fim, também haverá a apimentada John Cooper Works, que oferecerá 228 cv.

VEJA MAIS– Galeria: Mini Hatch 5 portas– Impressões ao dirigir: Mini Countryman

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s