Clique e assine com até 75% de desconto

Fim do segredo: esta é a face do VW Nivus, irmão do meio de Polo e T-Cross

SUV cupê derivado diretamente do hatch será lançado em meados deste ano para inaugurar segmento no país. Preços devem ficar entre R$ 70.000 e R$ 90.000

Por Leonardo Felix Atualizado em 17 mar 2020, 18h45 - Publicado em 17 mar 2020, 09h33
Divulgação/Volkswagen

A Volkswagen está intensificando globalmente sua estratégia de divulgação do Nivus, SUV cupê compacto derivado do Polo criado pela divisão brasileira, mas que também será comercializado na Europa.

Previsto inicialmente para ser lançado em maio – embora já haja indícios de que a chegada possa atrasar para o princípio do segundo semestre –, o modelo teve nesta terça-feira (17) o visual dianteiro totalmente revelado.

A intenção não era revelar o desenho ao público, ainda, mas a imagem foi usada durante uma apresentação de balanço financeiro feita por  vídeo a acionistas europeus.

Ou seja: os traços divulgados são do Nivus que será fabricado na Espanha a partir de 2021 e vendido no Velho Continente.

Esta era a aposta de QUATRO RODAS para o visual do Nivus Du Oliveira/Quatro Rodas

A brasileira, assim como acontece com o primo maior T-Cross, deve ter diferenças em elementos como conjunto óptico dianteiro, grade e recortes internos do para-choque.

Confirmando as projeções de QUATRO RODAS, o balanço frontal do Nivus será anguloso e bicudo, com uma grade alargada na parte central, tal qual o T-Cross. Já os faróis são parecidos, embora não iguais, aos do Polo, e surgem no teaser sugerindo a presença de dois projetores de led.

Continua após a publicidade
A traseira ainda não foi revelada, e esta é nossa aposta para ela Du Oliveira/Quatro Rodas

Com produção prevista para São Bernardo do Campo (SP), o Nivus deve ser vendido inicialmente em três versões: Sense, voltado ao público PcD e com preço de até R$ 70.000; Comfortline e Highline, estas últimas duas posicionadas entre R$ 80.000 e R$ 90.000.

De acordo com o que já foi divulgado pela VW no Brasil, o crossover estreará o novo logotipo global da marca e uma central multimídia inédita, desenvolvida no país, que incluirá Wi-Fi a bordo, carregamento de celulares sem fio e nova interface.

Tanto ele quanto o quadro de instrumentos 100% digital já presente em Polo, Virtus e T-Cross devem ser itens de série nas duas versões de topo do modelo, tendência já seguida pelo Polo Highline e que em breve deve ser acompanhada por T-Cross Comfortline e Highline.

Outros equipamentos de destaque são os faróis full-led, o assistente de estacionamento e um misterioso botão à esquerda da tela digital que sugere uma central de compras online.

  • Qualquer Nivus será equipado com o motor 1.0 três-cilindros turbo flex de 128 cv e 20,4 kgfm com etanol, aliado sempre a câmbio automático de seis marchas da Aisin.

    E se a “cara” e também o balanço traseiro são exclusivos, o Nivus herdará do Polo não só a plataforma MQB A0, os 2,56 m de entre-eixos e os conjuntos de freios e suspensões, como também para-brisa, coluna A e B, portas laterais, bancos, painel e parte dos elementos internos de acabamento.

    Volte em instantes para mais informações.

    Continua após a publicidade
    Publicidade