Clique e assine por apenas 5,90/mês

Efeito Nivus: nem o VW Tiguan escapou de ganhar uma versão cupê

SUV médio com carroceria esportiva já roda em testes na China e estreará com visual atualizado

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 3 mar 2020, 10h20 - Publicado em 3 mar 2020, 07h00
Reprodução/Internet

A onda de SUVs cupês, com caimento do teto acentuado, parece ter chegado de vez ao grupo Volkswagen. Depois de Porsche Cayenne Coupé, Audi Q3 Sportback, Atlas Cross Sport e o brasileiro VW Nivus, o próximo será o Tiguan.

A versão do SUV médio com perfil esportivado foi flagrada na China, indicando que estreará por lá junto com a reestilização do modelo – e não com sua próxima geração, como aventava a imprensa europeia.

Reprodução/Internet

Além disso, o nome Volkswagen Tiguan X já está registrado no país da Grande Muralha. Sua produção ficará a cargo da joint-venture SAIC-VW.

A reestilização do Tiguan prevê nova grade com três linhas horizontais cromadas, assim como o pára-choque, que ganhou detalhes cromados e novas tomadas de ar. Os faróis também serão novos.

Reprodução/Internet

No caso do Tiguan X, a traseira ainda terá lanternas exclusivas, muito provavelmente integradas entre si. Seu para-choque traseiro também terá estilo próprio.

A mecânica do Tiguan “cupê” seria a mesma disponível na China para a versão comum. Quer dizer que terá os motores 1.4 TSI, 1.5 TSI e 2.0 TSI, além do 2.0 TDI. Uma versão R, com motor ainda mais potente, também deverá ganhar vida.

Para o novo Tiguan Allspace é cotada ainda uma versão GTE. Seu conjunto híbrido plug-in com 245 cv será compartilhado com o Golf.

Esse tem grandes chances de ser um dos seis híbridos e elétricos que a VW lançará no Brasil nos próximos anos., conforme revelado com exclusividade por QUATRO RODAS.

Vagcars Italy/Reprodução
Continua após a publicidade
Publicidade