Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Dodge Charger elétrico promete ‘escape’ mais alto do que turbina de avião

Conceito prevê ainda troca de marchas e desempenho ainda melhor que um Hellcat com seu motor V8 Supercharger

Por Lukas Kenji
Atualizado em 18 ago 2022, 12h07 - Publicado em 18 ago 2022, 09h33

O ronco amedrontador de um motor parrudo a gasolina é característica básica de um muscle car tradicional. É possível que um esportivo deste tipo seja se adeque à era dos elétricos? A resposta da Dodge atende pelo nome de Charger Daytona SRT, um conceito que promete aceleração mais rápida do que um Hellcat e “escapamento” tão barulhento quanto um avião em decolagem.

Como estamos falando de um elétrico, não há um exaustor comum. A explicação para tamanha sonoridade está em um sistema que emana ar em uma câmara com várias câmaras sintonizadas para promover ruídos. É uma dinâmica que remete a instrumentos musicais, como um órgão de tubos. Segundo a montadora, o método pode atingir volume de 126 decibeis, o mesmo emitido pelo escape de um Hellcat.

Lanternas de LED são destaque da traseira
(Divulgação/Dodge)

Outro diferencial do protótipo é uma transmissão com escalonamento de marchas. Não chega a ser um pioneirismo, afinal Tesla Roadster e Porsche Taycan são exemplos de elétricos com câmbio de duas velocidades. A Dodge não deu detalhes sobre o sistema, mas declarou que o intuito é promover uma sensação divertida de transição de marchas em altas velocidades.

Compartilhe essa matéria via:

A marca também não deu informações sobre desempenho. Apenas divulgou que o conceito tem base em um sistema elétrico de 800 volts, chamado de Banshee. Mais uma vez, temos o Taycan e ainda os GM com plataforma Ultium como exemplo para esse tipo de arquitetura.

Continua após a publicidade

O Charger Daytona SRT pode, ainda, ter o conjunto de baterias recarregadas em instalações de 350 kW e tem um botão para liberar um overboost, chamado de PowerShot. Outro detalhe que chama atenção são os modos de condução, chamados de Slam, Drag, Donut e Drift. Apesar de prometer fazer curvas de lado e dar ‘zerinhos’, o esportivo tem tração integral.

Spoiler proeminente é chamado de R-Wing
(Divulgação/Dodge)

Em relação ao design, o conceito é inspirado no Charger Daytona de 1969, o primeiro Nascar a atingir 200 milhas por hora, o que equivale a 321 km/h. A carroceria tem silhueta clássica de um muscle car, com linha de cintura alta, centro de gravidade baixo, além de entre-eixos e capô extensos.

Continua após a publicidade

Aliás, o capô tem uma intensa inclinação e vincos marcantes. Há uma passagem de ar no topo da grade para otimização da aerodinâmica. A melhoria do downforce também explica o spoiler proeminente, chamado de R-Wing, e que também é uma clara menção à segunda geração do Charger Daytona.

Os sistemas de luzes são singelos, porém marcantes. O formato dos faróis combina com a das lanternas. No centro dos conjuntos está o logo Fratzog, que estampou veículos da Dodge entre 1962 e 1976. O nome da insignia clássica também serviu de inspiração para o sistema de exaustão detalhado acima, chamado de Fratzonic.

Continua após a publicidade
Rodas com pinças de freio Brembo
(Divulgação/Dodge)

Também chamam atenção as rodas de 21 polegadas com direito a pinças de freio da Brembo, algo totalmente inusitado em se tratando de um elétrico.

O interior também chama atenção e nem pareceria de um conceito não fosse pelos LEDs vermelhos que envolvem praticamente todo o habitáculo. O quadro de instrumentos digital tem 16 polegadas, enquanto a central multimídia é de 12,3 polegadas.

Continua após a publicidade
Habitáculo é envolvido por LED vermelho
(Divulgação/Dodge)

Tem bancos esportivos até para os passageiros traseiros. Há mescla de materiais em couro e fibra de carbono. É possível notar ainda que o teto é translúcido, parecido com o de um BMW iX.

O Dodge Charger Daytona SRT é uma mostra do que a marca norte-americana imagina implementar em seus futuros esportivos. Já está definido que um modelo 100% elétrico será lançado em 2024.

Continua após a publicidade
Teto solar translúcido
(Divulgação/Dodge)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.