Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Dodge decreta o fim dos V8 Hellcat em 2023 para focar nos eletrificados

À espera de seu primeiro muscle elétrico, a marca diz que esta é a última chance de se levar um Hellcat novo para casa

Por Pedro Henrique Oliveira 24 nov 2021, 10h59

O icônico e poderoso motor Hellcat, da Dodge, encerrará seu ciclo nos próximos dois anos sem deixar um sucessor. É o que disse o CEO da Dodge, Tim Kuniskis, em declaração ao site Motor Authority, no Salão do Automóvel de Los Angeles. Segundo ele, essa é a última chance de levar para casa um modelo com este motor.

Black Friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

“Ainda tem dois anos para o cliente comprar um Hellcat, porque, depois disso, o motor será história”, afirmou o executivo. Kuniskis explicou que a motorização ficará disponível até o final de 2023 e que o fim se dará por conta da “perseguição” aos motores beberrões por normas de emissões. A empresa já prometeu edições especiais dos modelos, como as variantes Jailbreak.

Dodge Durango SRT Hellcat cinza 3/4 de frente
Versão esportiva do SUV Durango conta com o motor Hellcat Divulgação/Dodge

Como se não fosse o suficiente, as notícias tristes não param por aí. O diretor afirmou ainda que os modelos atuais deixarão de ser vendidos em 2024 por conta da descontinuidade do motor. Challenger e o Charger serão substituídos por novos veículos e plataformas eletrificados. Ainda não se sabe se os novos carros manterão os nomes clássicos. 

Continua após a publicidade

Estas mudanças fazem parte da nova estratégia chamada “Never Lift” que guiará a empresa ao longo dos próximos anos. Dentro das alterações está o desenvolvimento de um muscle elétrico, previsto para ser revelado em até cinco meses. 

Da esquerda para a direita 2018 Dodge Challenger SRT Hellcat Widebody, 2018 Dodge Durango SRT and 2018 Dodge Challenger SRT Demon.
É possível que toda a linha atual da Dodge acabe em 2024 Divulgação/Dodge

Além disso, há o misterioso SUV híbrido plug-in que já foi anunciado pela empresa, mas que pouco se sabe sobre até o momento. O modelo será produzido já em 2022. Os rumores afirmam que o nome poderá ser Hornet

Por não se tratar do Durango, a previsão mais provável é que o atual SUV seja cortado junto a Charger e Challenger em 2024. Fora o híbrido, Kuniskis afirma que a Dodge lançará um modelo “significativo” ainda no final de 2021. 

Dodge Charger 2022 (esquerda) e Challenger SRT Hellcat Redeye Widebody Jailbreak
Apesar dos modelos estarem com os dias contados, a empresa afirmou que eles terão versões comemorativas, como a recente Jailbreak Divulgação/Dodge

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

CAPA 751 quatro rodas
A edição 751 de QUATRO RODAS já está nas bancas! arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade