Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Nova geração dos Dodge Charger e Challenger podem manter motor V8

Segundo fonte anônima, a nova geração poderá ter versões com V8 e o novo motor Hurricane de seis cilindros em linha da Stellantis antes da eletrificação

Por João Vitor Ferreira Atualizado em 3 ago 2022, 13h35 - Publicado em 3 ago 2022, 13h34

A eletrificação chegará para todos, até mesmo para os muscle cars da Dodge. A nova geração dos Challenger e Charger está em desenvolvimento e existe a possibilidade de terem versões de alto desempenho ainda com motores V8, pelo menos por mais algum tempo.

Segundo a informações divulgadas pela Motor Trend, as próximas gerações dos dois Dodge manterão os motores de oito cilindros. A fonte anônima também revelou que os dois carros serão feitos em na nova da Stellantis, que também poderá equipar veículos da Chrysler e Maserati. O que fica no ar é se essa plataforma será realmente nova ou uma versão da STL Large, arquitetura para carros elétricos.

Repare nos pneus dianteiros mais finos e leves: com eles, o Demon arranca mais rápido

Existem informações que essa plataforma estaria sendo adaptada para versões híbridas plug-ins e leves. Logo, surge o rumor que ela poderia sim receber um V8 e se tornar puramente a combustão. O que é certo é que a atual plataforma, lançada em 2005, será aposentada.

Se as informações estiverem corretas, tudo indica que o V8 gere mais de 800 cv e fique reservado às versões mais potentes de ambos os modelos. Atualmente, Charger SRT Hellcat e o Challenger SRT Demon têm 716 cv e 852 cv, respectivamente.

Continua após a publicidade

140813charger-04.jpg

As versões menos potentes, entretanto, receberiam o novo motor Hurricane de seis cilindros em linha. Embora a quantidade e posição dos cilindros não sigam os padrões dos modelos, o motor 3.0 biturbo tem alta potência, podendo oferecer 405 cv e 62,2 kgfm em sua configuração mais “mansa” 506 cv e 65,7 kgfm na versão High Output.

Compartilhe essa matéria via:

Ainda é preciso ter cautela com as especulações. Em entrevista dada no ano passado ao site Carscoops, um porta-voz da Dodge foi bem sucinto em relação aos planos da empresa, que pretende ter metade do seu portfólio composto por elétricos até 2030

Motor Hurricane Stellantis
Motor Hurricane de seis cilindros em linha da Stellantis Divulgação/Stellantis

“As plataformas de veículos Dodge Challenger e Dodge Charger como você as conhece hoje, juntamente com o trem de força Hellcat, continuarão a produção até 2023. Em 2024, a Dodge fará a transição para novas plataformas, novos muscle cars eletrificados”, disse o representante. O site também perguntou se há possibilidade de variantes BEV e a combustão. “Apenas BEV”, respondeu o porta-voz.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês