Airbag lateral, ESP e farol full led chegam aos carros de entrada

Inovações antes vistas apenas nos carros mais caros, chegam nos compactos

O programa trouxe avanços na segurança dos carros. No caso do Ford Ka, estreou o ESP como estabilizador

O programa trouxe avanços na segurança dos carros. No caso do Ford Ka, estreou o ESP como estabilizador (Divulgação/Ford)

programa de incentivo à inovação na indústria promovido pelo governo, o Inovar-Auto (2012-2017), está chegando ao fim. Mas ele deixou um legado importante no mercado: o aumento da oferta de equipamentos a bordo dos carros, desde os modelos mais básicos. 

Não estamos falando de ar-condicionado ou sensores de estacionamento, estes populares até mesmo em carros mais baratos. Agora é a vez de itens até então ausentes em modelos de grandes volumes, como os quatro airbags do Renault Kwid, que parte de R$ 29.990.

Além dos frontais obrigatórios, ele é o primeiro do segmento de entrada a oferecer bolsas laterais de série. 

Outro item de segurança que migraram dos carros mais sofisticados foram os airbags. No Renault Kwid por exemplo, é o primeiro dos carros de entrada a oferecer também as bolsas laterais

Outro item de segurança que migraram dos carros mais sofisticados foram os airbags. No Renault Kwid por exemplo, é o primeiro dos carros de entrada a oferecer também as bolsas laterais (Divulgação/)

Ainda falando de segurança, o Ford Ka estreou o ESP e o Uno, por R$ 48.443, é o mais barato do país com o item (opcional de R$ 4.453). 

Já o Kicks nacional foi o primeiro abaixo de R$ 100.000 a oferecer alerta de colisão com frenagem automática de emergência, presente num pacote de R$ 2.400 da versão top, de R$ 95.990. A câmera 360°, de série na mesma versão, também é exclusividade no segmento.

O novo Polo traz a R$ 73.690 o quadro de instrumentos totalmente digital, antes visto apenas em carros acima de R$ 150.000. O Fit, por R$ 80.900, ganhou faróis full led. Antes dele, o mais barato com essa tecnologia era o Toyota Corolla XEi, de R$ 103.990. 

Às vezes as melhorias estão em componentes que o consumidor nem vê. É o caso do VW Up!. Sua inovação é mecânica: ele lançou o conceito downsizing (3 cilindros, turbo, injeção direta) entre os compactos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s