Clique e assine por apenas 5,90/mês

CAOA compra a operação brasileira da Chery

Com investimento inicial de US$ 5 bilhões, a Chery terá modelos fabricados também na unidade da Hyundai CAOA, em Anápolis (GO)

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 20 nov 2017, 11h28 - Publicado em 11 nov 2017, 07h56
Fábrica da Chery em Jacareí
Fábrica da Chery em Jacareí CAOA/Divulgação

A CAOA anunciou oficialmente sua parceria com a Chery no Brasil, formando agora a CAOA Chery. A marca se apresenta como uma empresa 100% nacional, com 50% da sociedade brasileira e 50% chinesa.

Segundo a importadora CAOA, a parceria com a fabricante chinesa “irá desenvolver soluções inovadoras e parcerias para crescer e ganhar competitividade global, passando a exportar para toda a América Latina”.

Fabrica da CAOA em Anapolis
Fábrica da CAOA em Anapolis. Além de Hyundai, ela fabricará carros da Chery no futuro Caoa/Divulgação

A cooperação entre as empresas prevê a produção de carros da marca não apenas na fábrica de Jacareí (SP), que hoje tem 385 colaboradores e monta os modelos Celer nas versões hatch e sedã, e o subcompacto QQ. Os CAOA Chery também serão feitos na unidade de Anápolis (GO), hoje responsável por montar carros da Hyundai, como ix35 e New Tucson.

De pronto, a CAOA Chery anuncia um investimento de US$ 2 bilhões para os próximos 5 anos, com recursos próprios. Como comparação, a fábrica de Jacareí nasceu de um investimento de US$ 530 milhões feito em 2011.

Em vez de conta-giros, o QQ tem luzes diurnas com lâmpadas halógenas
Carro mais barato do Brasil, o QQ foi recentemente nacionalizado para a fábrica de Jacareí (SP) Christian Castanho/Quatro Rodas

A expectativa é de que a CAOA também use sua estrutura de distribuição e seus concessionários para vender os Chery futuramente. Foi a CAOA a responsável por construir a reputação que a Hyundai tem hoje no Brasil, que atualmente só perde para a imagem da empresa na Coreia do Sul.

Continua após a publicidade
Publicidade