Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Donos de Fiat Toro e Jeep Renegade lidam com ruídos na coluna de direção

Proprietários de Renegade e Toro sofrem com barulhos na coluna de direção, que informativo da Stellantis recomenda a troca em garantia

Por Waldez Carmo Amorim Atualizado em 26 jul 2021, 11h55 - Publicado em 26 jul 2021, 08h33
Autodefesa TORO
Luís Carlos criou até um canal no YouTube para se queixar do defeito em sua picape Luis Matheus Alves da Silva/Divulgação

É comum encontrar relatos na internet de proprietários da Toro e do Renegade reclamando dos ruídos na direção. Alguns motoristas preferem fazer vídeos, caso do empresário Luís Carlos Mendonça da Silva, de São Paulo ( SP), dono de uma Toro Freedom 2018 e do canal no YouTube Er Toro Car.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

“No meu caso, a Fiat trocou a coluna de direção na garantia, porém muitos proprietários gastaram mais de R$ 4.000 para consertar um problema que é crônico”, diz Luís. O técnico em eletrônica Alexandre Tiago Araújo, de Formiga (MG), dono de uma Toro Freedom 2016, conta que “na concessionária, constataram que o famoso ‘tec, tec’ era o problema na coluna de direção, mas quiseram cobrar a nova alegando fim da garantia”.

Como a peça, código 52060739, utilizada pela Stellantis, é a mesma na Toro e no Renegade, é comum encontrar proprietários que tiveram a falha nos dois modelos, como relata o gerente de TI José Ricardo Zucco, de Vila Velha (ES), dono de uma Toro Endurance 2020. “Minha Toro atual ainda não apresentou o problema, mas tive dois Renegades, um 2017 e outro 2018, e uma Toro 2018, que apresentaram o ruído na coluna.”

  • Fiat Toro
    Fernando Pires/Quatro Rodas

    O problema é conhecido também em oficinas especializadas em direção, como afirma Thiago Arantes, proprietário da 3G Direções, de São Paulo. “Atendemos em média cinco casos por mês com esse problema. A falha se deve ao fato de o carro ser pesado, utilizar direção elétrica e os motoristas esterçarem o volante além do limite. Assim, cria-se uma folga na árvore de torque. O conserto custa R$ 2.500 e leva dois dias.

    Continua após a publicidade

    Na edição 26 do informativo “Garantia News”, da Stellantis, a fábrica recomenda a troca da peça em garantia. Segundo o boletim, desde o dia 18 de novembro de 2020, o concessionário não precisa nem mesmo da autorização prévia, normalmente requerida pela fábrica para serviços realizados sem custos.

    Consultada, a Stellantis respondeu que os casos citados na reportagem se trata de eventos e causas distintas, até mesmo pelas soluções e diagnósticos apresentados aos clientes quando as passagens ocorreram nas concessionárias das marcas.

  • OS PROPRIETÁRIOS RECLAMAM

    “Faço todas as revisões na concessionária, mas só consertaram depois que fiz o orçamento em uma oficina especializada e enviei à Fiat.”
    Felipe Martins de Oliveira, analista de sistemas, Porto Alegre (RS), Toro Volcano 2017

    “Primeiro pediram R$ 4.000 pelo conserto. Depois de 40 dias me ligaram para trocar a peça como cortesia.”
    Rojan Varlei Nunes, empresário, Rio Acima (MG), Toro Freedom 2017

    “Na concessionária trocaram a peça errada. Quando disse ser a direção, trocaram a peça correta.”
    William Mendes, aposentado, Rio de Janeiro (RJ), Renegade STD 2018

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Edição de julho
    A edição 747 de QUATRO RODAS já está nas bancas! Quatro Rodas/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade