Autodefesa: capota marítima da Fiat Toro fazendo água

Proprietários da recém-lançada Toro reclamam das falhas de vedação na capota marítima da picape da Fiat

Autodefesa - Fiat Toro

Para os donos de picape, a capota marítima é mais que um acessório estético, é necessidade. Além de manter a caçamba limpa e esconder seu conteúdo dos ladrões, ela evita que a carga seja atingida pela chuva. É verdade que é normal a entrada de um pouco de água, mas a capota original da nova Fiat Toro tem sido alvo de reclamações de proprietários, que alegam que a infiltração é tão grande que às vezes é possível vera água jorrando entre a caçamba e a cabine ao molhá-la com a mangueira.

Dono de uma Toro Freedom 2016, o comerciante Marcus Vinícius Castro dos Santos diz que percebeu o excesso de infiltração já na primeira semana após a compra, depois de pegar uma chuva. “Pesquisei sobre outras picapes e encontrei mais um dono de Toro com o mesmo problema. Nesse momento, entendi que a quantidade de água que entra na minha Toro é muito maior do que em qualquer outra picape”, diz.

Marcus reclamou na concessionária, que prometeu ter corrigido o problema. Mas na primeira lavagem ele percebeu que estava pior. “Levei a picape para outra concessionária, que fez um teste e constatou que estava entrando muita água. Enviariam uma foto para fábrica, que depois respondeu que era normal essa quantidade.”

Outro que está insatisfeito com a capota marítima da Fiat é o empresário Cassius Romero Diniz, de Recife (PE), dono de uma Toro Freedom 2016. “Uma semana depois que peguei o carro, percebi que entrava bastante água na caçamba pelas laterais e pela parte que fica próxima ao vidro traseiro. Sem muita chuva, o acúmulo de água já foi significativo, imagina quando chover forte”, diz Cassius.

Consultada, a Fiat informou que a capota “sugere a proteção de objetos transportados na caçamba, porém não garante a impermeabilidade do compartimento de carga, conforme indicado no manual do proprietário”.

O POVO RECLAMA

“Uma semana após pegar o carro, percebi como entrava água na caçamba. E logo depois encontrei outro dono com o mesmo problema.” – Marcus Vinícius Castro dos Santos, comerciante, Rio de Janeiro (RJ), dono de uma Toro Freedom 2016.

“Não posso confiar na capota da minha Toro e colocar objetos que absorvam água na caçamba, pois entra muita chuva.” – Cassius Romero Diniz, empresário, Recife (PE), dono de uma Toro Freedom 2016.

“Consultei meu analista técnico e ele disse que a fábrica ainda não sabe como resolver essa falha.” – Explicação do atendente em uma concessionária Fiat no Rio de Janeiro (RJ).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s