Clique e assine por apenas 8,90/mês

Autodefesa: transmissão de problemas no Renegade

Proprietários do SUV da Jeep relatam casos de câmbio automático que travam, dão trancos ou param de funcionar

Por Waldez Carmo Amorim - Atualizado em 23 nov 2016, 21h47 - Publicado em 4 out 2016, 20h20
Autodefesa: câmbio do Jeep Renegade
Carlos Ferreira: solavancos nas trocas de marchas

O uso do câmbio automático deveria facilitar a vida do motorista no dia a dia, mas não é o que tem ocorrido com alguns proprietários do Jeep Renegade. Relatos de problemas têm atingido tantos as caixas de nove marchas do modelo com motor 2.0 diesel quanto as de seis marchas acoplada ao 1.8 flex.

As reclamações mais comuns nas duas versões são de transmissão que trava numa marcha, fortes trancos, câmbio que deixa de funcionar e aumento involuntário de velocidade quando o motorista reduz para acionar o freio motor, mesmo que ele não pise no acelerador.

Foi o que ocorreu com o construtor Carlos Alexandre Ferreira, de Guarulhos (SP). “As trocas de marchas são feitas com solavancos. Isso incomoda muito”, conta o dono de um Longitude Flex 2015.

O pior, porém, é quando surgem falhas que impossibilitam a utilização do veículo. “Após sair da concessionária, rodei 5 km e logo apareceu no painel uma mensagem de erro na transmissão. Primeiro o câmbio travou em terceira marcha e depois em neutro”, diz Luiz Fernando Kormann Filho, de Curitiba (PR), proprietário de um Sport Diesel 2016.

Continua após a publicidade

Mais grave foi o caso do empresário Tadeu Cotrim, de Goiânia (GO), que tem um Sport Flex 2015. “Após deixar o câmbio em P e desligar o motor, minha mulher foi retirar nosso filho da cadeirinha e o carro desceu a rampa da garagem, atravessou a rua e só parou após bater numa árvore.”

Para tentar amenizar a maioria desses defeitos, a Jeep disponibilizou para a rede autorizada a atualização de software RRT 16-007, apenas para os modelos a diesel, mas que nunca sanou totalmente essas falhas.

Consultada, a Jeep diz que já que prestou o atendimento aos clientes identificados e que não há problema crônico nos câmbios do Jeep Renegade. “Trata-se de inconvenientes pontuais e sem correlação entre si, já que são modelos, versões e motores diferentes.

O POVO RECLAMA

Continua após a publicidade

“Após sair da concessionária, rodei 5 km e logo apareceu no painel uma mensagem de erro na transmissão. Primeiro o câmbio travou em terceira marcha e depois em neutro.” – Luiz Fernando Kormann Filho, empresário, Curitiba (PR), dono de um Renegade Sport Diesel automático 2016.

“Depois de deixar o câmbio em P e desligar o motor, minha mulher foi retirar nosso filho da cadeirinha e o veículo desceu a rampa da garagem, atravessou a rua e só parou após bater numa árvore.” – Tadeu Cotrim, empresário de Goiânia (GO), proprietário de um Renegade Sport Flex automático 2015.

Publicidade