Clique e assine com até 75% de desconto

Autodefesa: falha no câmbio pode custar R$ 20.000 a donos de Renegade

.

Por Waldez Carmo Amorim Atualizado em 7 ago 2020, 15h56 - Publicado em 5 Maio 2020, 12h39
Bitelli conseguiu o conserto de seu Jeep na garantia Fernando Pires/Quatro Rodas

Donos de Jeep Renegade 2015 e 2016 têm enfrentado problemas decorrentes de falhas no trocador de calor, peça responsável por resfriar o óleo do câmbio.

Alguns proprietários conseguem o reparo em garantia, como relata o empresário Luiz Felipe Bitelli, de São Paulo (SP), dono de um Renegade Longitude flex 2015.

“Na concessionária, me apresentaram um orçamento de R$ 19.000, mas por fim o carro foi consertado na garantia”, afirma Bitelli. O funcionário que atendeu o empresário disse já conhecer o problema.

Mas, além do valor alto para o conserto, é comum as concessionárias pedirem longos períodos para analisar a falha, como conta o bancário Jackson Silva de Souza, de João Pessoa (PB), dono de um Renegade Sport automático 2015.

Os dois motoristas, Bitelli e Souza, descobriram o problema enquanto dirigiam: “Estava a 100 km/h e o painel alertou temperatura alta”, diz Bitelli.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

No caso de Souza, quando o aviso foi dado, o líquido de arrefecimento já estava jorrando para fora do vaso de expansão.

O problema também é conhecido entre os reparadores independentes, como revela César Sanches, proprietário da Automatik, oficina especialista em caixas automáticas, automatizadas e CVT, de São Paulo (SP).

“Já atendemos mais de dez casos de caixas com problemas de infiltração de água no fluido da transmissão”, diz.

Continua após a publicidade

A falha ocorre devido ao defeito no resfriador, que, por uma imperfeição de fabricação, depois de algum tempo, permite a passagem de água do sistema de arrefecimento para dentro da transmissão, causando destruição da peça.

Seu carro apresenta alguma falha ou tem problema crônico? Nos conte-nos o que acontece: 55 11 99975-9245

Consultada, a FCA diz que, dos oito casos relatados, identificou apenas sete junto à rede Jeep, tendo verificado que, além de se encontrarem fora do período de garantia, apresentavam elevada quilometragem e o não cumprimento do plano de manutenções programadas.

“Os casos atendidos apresentaram o inconveniente no trocador de calor/câmbio e a causa pode estar relacionada à não realização do plano de revisões programadas e, principalmente, à ausência de manutenção do líquido de arrefecimento do sistema, conforme o Manual de Uso e Manutenção do Veículo”, afirma a empresa.

“O não cumprimento do plano de manutenção programada do veículo, bem como a utilização de produtos não autorizados ou em quantidade insuficiente, podem causar a oxidação do trocador de calor da transmissão, com consequentes danos ao sistema”, finaliza a FCA.

  • O povo reclama

    “Após a revisão dos 50 mil, o motor ficou fraco, as marchas falhavam e o carro apresentou cheiro de óleo queimado. Nas duas revendas que levei meu carro encontrei mais cinco casos de problemas com o trocador de calor e a Jeep consertou em garantia”. Vyviane Costa, gestora, São Paulo (SP), proprietária de um Renegade Sport 2016.

    “Meu carro está parado na concessionária desde setembro de 2018 por causa do problema no trocador de calor e não consigo consertar em garantia”. Emerson Redig, engenheiro civil, de Manaus (AM), dono de um Renegade Sport 2016.

    “Deixei meu carro na concessionária em dezembro de 2018 por causa desse problema e ele está lá até hoje, sem conseguir a cobertura da garantia“. Rafael de Almeida Cardoso, consultor, de São José do Rio Preto, (SP), dono de um Renegade 2015.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Continua após a publicidade
    Publicidade