Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Tratamento amargo

Por Redação 25 out 2013, 12h57

Por Péricles Malheiros

31 586 km

Nosso Onix de Longa Duração chegou aos 30 000 km, ou seja, metade de sua jornada. Para as pastilhas, no entanto, é o fim da linha. Elas foram substituídas, seguindo recomendação da Viamar, concessionária paulistana escolhida para efetuar a revisão dos 30 000 km.

Fugindo à regra do que vimos nas duas primeiras paradas do Onix e durante quase toda a trajetória do Cruze, desmontado em novembro de 2012, dessa vez precisamos contestar o primeiro orçamento enviado, no valor de 1 235 reais – no site da GM, o preço que consta é o de 536 reais.

Sugeriram a troca das palhetas limpadoras (dianteiras e traseira) e das pastilhas de freio, além das descontaminações do corpo de borboleta e do ar-condicionado. Por telefone, dissemos ao consultor: “Queremos apenas a revisão básica”. Como num passe de mágica, o valor se alinhou aos 536 reais oficiais.

Diante da alegação da necessidade de troca imediata das pastilhas, encaminhamos o carro diretamente da Viamar para a Fukuda Motorcenter, oficina de nosso consultor técnico, Fabio Fukuda. “As pastilhas precisam mesmo ser substituídas e os demais itens previstos na revisão foram realmente trocados. Velas de ignição e filtros de óleo e combustível são novos”, disse Fabio, após inspecionar nosso Onix no elevador. O filtro de ar do motor também foi trocado, apesar de o site oficial da marca não indicar tal necessidade. Em contato com a fábrica, a explicação: “O site estava errado. A troca desse filtro ocorre a cada 30 000 km”. Ponto para a Viamar. Em compensação, erraram no rodízio.

Continua após a publicidade

Uma vez confirmada a necessidade de troca das pastilhas, agendamos uma data na própria Viamar. Para nossa surpresa, o valor cobrado foi 32,5% menor do que o sugerido no primeiro orçamento: 208, ante 308 reais.

Consumo

No mês (41,9% na cidade) – Etanol 9 km/l
Desde jan/13 (37,8% na cidade) – Etanol 8,8 km/l

Diário

648_longaonix_02

 

Onix tem a direção mais pesada da atual frota | Carro em linha reta, volante levemente torto

Continua após a publicidade

Publicidade