Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mano ou manual

Por Redação 3 Maio 2012, 10h57

Por Péricles Malheiros

00 014 km

Regra de segurança no Longa Duração, os carros da frota precisam ter, no mínimo, ABS e airbag duplo. A norma só abre exceção, obviamente, para os modelos que não oferecem esses itens sequer como opcionais. No caso do Renault Duster, ABS e airbag duplo estão disponíveis apenas na versão top de linha, Dynamique. É exatamente ela que passa a integrar a família.

Nosso Duster Dynamique custou 48 295 reais. Aceitamos ficar com o modelo com o opcional de banco de couro, pois se insistíssemos no de tecido a espera poderia chegar a 60 dias. A cor branca, além de estar na moda, é a única opção de pintura sólida. Nada a reclamar, pois nos poupou o gasto dos 1090 reais cobrados pelas cores metálicas.

Ao retirar o Duster na concessionária paulistana Itavema France Pinheiros, o responsável pela entrega cometeu algumas derrapagens. “Abasteça o primeiro tanque com gasolina comum, para as peças se ajustarem. Depois, pode usar etanol à vontade”, disse. Não houve uma palavra sequer sobre a recomendação constante da página 2.2 do manual do proprietário: “Até 1 000 km, não ultrapasse 3 500 rpm na troca de marcha…”. As derrapadas continuaram: “Apesar de o seu Duster não ser 4×4, você pode encarar trilhas sem medo. Ele tem suspensão independente multilink nas quatro rodas”. O próprio site da Renault desfaz o nó: a suspensão é do tipo McPherson na dianteira e semiindependente com barra estabilizadora e molas helicoidais na traseira.

Fizemos uma consulta à fábrica para esclarecer outra dúvida resultante da entrega confusa. “As revisões acontecem a cada 10000 km, mas é importante fazer uma parada aos 5000 km para verificarmos se está tudo bem com o motor”, disse o funcionário. De acordo com o manual (e a fábrica), o plano de manutenção prevê apenas as paradas a cada 10 000 km. Duro descobrir quem tem razão: o manual ou o mano?

Continua após a publicidade

CONSUMO

No mês (00,0% na cidade): Etanol – 0,0 km/l

Desde abril/12 (00,0 % na cidade): Etanol – 0,0 km/l

PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS

14 km: carro entregue com pequenas trincas na pintura do para-lama dianteiro direito.

Duster foi entregue com o para-lama dianteiro esquerdo danificado. A pintura chegou a trincar (esq.) | Os plásticos do Duster são cheios de rebarba. No detalhe, a maçaneta interna mal-acabada (dir.)

Continua após a publicidade

Publicidade