Clique e assine por apenas 8,90/mês

Longa Duração: Citroën C4 Cactus vai derrubando má fama de carro francês

Sabe aquela má fama de que carro francês é frágil? Nosso Cactus vem provando que não é bem assim

Por Péricles Malheiros - 23 mar 2020, 07h00
Aos 40.000km, C4 Cactus roda silencioso mesmo sobre paralelepípedo Eduardo Campilongo/Quatro Rodas

Não é segredo pra ninguém: carros franceses têm fama de serem frágeis. Se essa má reputação é apoiada em um passado repleto de histórias que justificam a reputação ruim, também é verdade que o padrão vem mudando.

Nosso Citroën C4 Cactus, ao menos até o momento, é prova dessa virada.

Mesmo perto dos 40.000 km, poucas são as reclamações. E uma analisada no histórico desde a sua estreia no Longa Duração, em abril de 2019, revela um saldo positivo.

Obviamente, há pontos a melhorar, afinal não é todo carro que precisa ter o painel de instrumentos trocado pelo aparecimento de uma pequena bolha ou ter os pontos de fixação da suspensão reapertados para eliminação de barulho.

Continua após a publicidade

Mas uma coisa é certa: a vida com o Cactus é muito mais tranquila do que os boatos podem levar a crer.

Eduardo Campilongo, piloto de teste, é um dos que se viram convencidos de que os carros franceses atuais merecem um novo voto de confiança.

“Recentemente, sofri um pequeno acidente quando passeava a cavalo em Silveiras, no interior de São Paulo. Com a perna imobilizada, retornei para a capital com meu pai dirigindo, então tive tranquilidade e tempo de sobra para analisar o Cactus na condição de passageiro”, relata Edu.

“Continuo achando o porta-malas pequeno, mas o espaço na cabine é bom. Os plásticos não são nobres nem há superfícies emborrachadas, mas painel e laterais de portas são bem decorados. O que mais impressiona é a integridade geral. Mesmo próximo dos  40.000 km, quase não se percebem barulhos de acabamento.” segue.

Continua após a publicidade

O editor Péricles Malheiros concorda com o piloto de teste, mas também deixou anotada uma crítica no diário de bordo:

“O estado geral é ótimo, mas os pneus estão nitidamente mais ruidosos. Mesmo em asfalto liso, a cabine é invadida pela rolagem áspera”, diz.

Por fim, Edu manda um recado: “Tive uma fratura e uma lesão de ligamento ao cair de um cavalo, mas em breve estarei novamente pisando fundo nos testes, em nosso campo de provas, em Limeira (SP)”.

Citroën C4 Cactus – 38.375 km

Ficha técnica:
Versão: Feel Pack 1.6 16V
Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 1.587 cm3, 16V, 118/115 cv a 5.750 rpm, 16,1/16,1 mkgf a 4.750/4.000 rpm
Câmbio: Automático, 6 marchas, tração dianteira
Seguro: R$ 1.781 (Perfil Quatro Rodas)
Revisões: Até 60.000 km – R$ 3.802
Gasto no mês: Combustível: R$ 2.747
Consumo: No mês: 10,8 km/l com 18,4% de rodagem na cidade
Desde abr/19: 10,8 km/l com 30,8% de rodagem na cidade
Combustível: Flex (gasolina)

 

Publicidade