Clique e assine por apenas 5,90/mês

Longa Duração: C4 Cactus encara falta de peças e balanceamento malfeito

Revisão feita em concessionária de São Paulo foi frustrante: voltamos para casa com a direção vibrando e com as palhetas deixando rastro no para-brisa

Por Péricles Malheiros - Atualizado em 11 fev 2020, 08h00 - Publicado em 11 fev 2020, 07h00
Qualidade da primeira revisão fora de SP foi frustrante Péricles Malheiros/Quatro Rodas

A viagem do editor de Longa Duração, Péricles Malheiros, a Brasília (DF) com o C4 Cactus  não foi à toa: com 29.000 km, ele estava no ponto certo para cumprir os 1.000 km do trajeto da ida e passar pela terceira revisão na capital do Brasil, a primeira fora do estado de São Paulo. E assim foi feito.

Agendada previamente, a parada incluiria, como extras, os serviços de alinhamento, balanceamento e rodízio e instalação de película nos vidros. 

Na Saga, o editor foi recepcionado por um mecânico. Apressado no atendimento, o funcionário não parecia muito interessado em ouvir nossas observações sobre o carro.

“Precisei insistir para que ele anotasse meu pedido de troca das palhetas do para-brisa e que desse atenção especial ao balanceamento, pois, se algo desse errado, não haveria tempo de voltar para correção, já que retornaria para São Paulo quase que de imediato.”

Aceitei a cortesia de leva e traz com Uber e fui para um shopping próximo aguardar as seis horas de serviço.

De volta à Saga… A película foi bem colocada, mas deixaram as portas manchadas pela solução líquida de aplicação. Quanto às palhetas, só notei que não haviam sido trocadas porque não constavam na nota fiscal”, conta o editor.

“Só quando questionado, o mecânico explicou que estavam em falta. Ao sair de Brasília, senti a direção vibrando, sinal típico de balanceamento malfeito”, completa.

No fim, pagamos uma conta de R$ 855 (R$ 435 pela revisão, R$ 170 de alinhamento e balanceamento e R$ 250 a película).

De volta a São Paulo, o carro seguiu direto para a verificação pós-revisão:

Continua após a publicidade

“O rodízio e todas as trocas previstas no plano de manutenção foram feitos a contento”, disse o nosso consultor, Fabio Fukuda, enquanto remarcava as peças substituídas.

Para corrigir o balanceamento, visitamos duas concessionárias paulistanas. Na Itavema, o piloto de teste Eduardo Campilongo ouviu:

“Como o erro é de outra concessionária, vou refazer o alinhamento e balanceamento. Sai por R$ 190 e não vou te atender agora. Precisa agendar”. Felizmente, a postura na Le Mans foi outra.

Interessado em resolver o problema, o técnico conferiu o alinhamento (que estava correto) e refez o balanceamento:

“Só uma roda estava fora do ideal. Não precisa pagar nada. Fica como compensação pelo incômodo de rodar uma distância tão grande com o volante trepidando.”

C4 CACTUS

31.597 KM

Ficha técnica
Versão Feel Pack 1.6 16V
Motor 4 cilindros, dianteiro, transversal,
1.587 cm3, 16V, 118/115 cv a
5.750 rpm, 16,1/16,1 mkgf
a 4.750/4.000 rpm
Câmbio automático, 6 marchas,
tração dianteira

 

Consumo
No mês 9,7 km/l com 59,5%
de rodagem na cidade
Desde
ABR/19
10,7 km/l com 40,6%
de rodagem na cidade
Combustível flex (gasolina)

 

Gastos no mês
Combustível R$ 1.596
Revisão R$ 435
Alinhamento R$ 170
Película R$ 250

 

Revisões
Até 60.000 km R$ 3.802

 

Seguro
Perfil QUATRO RODAS R$ 2.289

 

Continua após a publicidade
Publicidade