Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Ford Fiesta Sport

Esportivo de fachada custa caro, mas é mais equipado

Por Ulisses Cavalcante | Fotos: divulgação Atualizado em 8 nov 2016, 16h52 - Publicado em 27 abr 2015, 16h29
impressoes

O Ford Fiesta Sport já está nas lojas. Apresentado durante o Salão do Automóvel, só agora a versão “esportiva” do hatch está à venda. As aspas têm justificativa: o apelo esportivo se restringe ao nome e ao visual. Na parte mecânica, nada muda em relação aos demais. Baseado no Fiesta SE 1.6 – uma configuração intermediária do modelo -, o propulsor é o mesmo Sigma 1,6-litro de 130/125 cavalos (álcool/gasolina). Mas isso não significa que não é possível curtir o visual atrevido do compacto.

Na verdade, o estilo invocado ficou até bacana. À primeira vista, dá para desconfiar de uma suspensão rebaixada, mas não se engane. Os spoilers grandes nos para-choques e nas laterais, combinados com rodas pretas de 16 polegadas, são os responsáveis pelo golpe de vista. Ao volante, os pneus 195/50 ajudam a grudar o Fiesta nas curvas. E o perfil menor que o do SE 1.6 convencional (195/55 R15) deixa o comportamento do carrinho ligeiramente mais firme. No entanto, o desempenho de ambos é idêntico. Aliás, o Fiesta Sport exige até mais cuidado nas ruas, em valetas e lombadas, já que a frente com carenagem mais baixa raspa com facilidade nos desníveis das vias.

fabricantes

A maquiagem da carroceria é discreta e de bom gosto. Conta com máscaras negras nos faróis, retrovisores pretos brilhantes, um belo aerofólio vazado sobre a tampa do porta-malas e só três opções de cor (vermelho, branco e preto). A avaliação foi feita em um chamativo modelo vermelho sólido – chamado pela montadora por “Vermelho Arizona”, que atraiu olhares durante nosso teste. Essa opção e a pintura branca não oneram o preço. Já o preto Bristol acrescenta R$ 1270 ao valor total.

Por dentro, os bancos são de tecido, sem alusões à esportividade sugerida na parte de fora. Porém, a lista de equipamentos de série é convincente. O Fiesta Sport vem de fábrica com sistema multimídia Sync, ar-condicionado digital, retrovisores elétricos, faróis de neblina, volante multifuncional ajustável em altura, assistente de rampa e controle de tração e estabilidade (ESP). Como opcional, é possível instalar bancos de couro com costuras vermelhas com a inscrição “Sport”.

Os preços partem de R$ 58.990, um acréscimo de R$ 6.200 em relação ao Fiesta SE 1.6 “normal”, e a versão Sport está disponível apenas para o hatch. Não chega a ser uma pechincha, mas a soma dos equipamentos, se comprados à parte, poderiam custar mais ou menos esse valor – e com resultado não necessariamente satisfatório. O raio esportivizador da Ford funcionou, ainda que não tenha afetado os números de desempenho.

Continua após a publicidade

Publicidade