Clique e assine por apenas 8,90/mês

Fina estampa

Por Redação - 17 Maio 2012, 18h55

Por Péricles Malheiros

24 176 km

O mês reservou uma parada na Anhembi (SP), para a revisão de 20 000 km. A conta inicial assustou: 1 325 reais. “Estão inclusas descarbonização do motor, higienização do ar-condicionado e limpeza dos injetores e do corpo de borboletas, além da revisão em si”, disse o consultor. Dispensamos os “agregados” e ficamos apenas com a revisão de fábrica, mais um serviço de alinhamento, balanceamento e rodízio, ao custo total de 568 reais. Após o pit-stop, o Cruze caiu na estrada.

Vilão de outrora pelo funcionamento irregular, o ar-condicionado passou ileso por uma prova de fogo: numa viagem entre São Paulo e Brasília, o indicador de temperatura externa raramente ficou abaixo dos 30 ºC – chegou a registrar 38 ºC nas rodovias BR-050 e BR-040, que cortam o estado de Goiás.

De volta a São Paulo, um incidente. O editor Péricles Malheiros acessava o viaduto Dr. Manoel José Chaves, conhecido entre os paulistanos como Curva da Ferradura, quando uma Kombi prensou o Cruze contra a guia. Resultado: rodas esquerdas raladas e para-lama direito avariado. Marcos Carvalho, coordenador de oficina do Cesvi, analisou os danos e passou uma lista dos serviços necessários para o reparo. A empresa dona da Kombi assumiu a culpa pelo acidente, mas às vésperas do fechamento sua seguradora ainda analisava o sinistro.

A batida ainda era o assunto do dia quando o colaborador Rodrigo Guerra comunicou outro problema envolvendo o Cruze. “Ao dar ré numa locação de fotos, bati numa pedra com o para-choque traseiro”, disse. Tão logo o sedã esteja reparado, nós o levaremos de volta ao Cesvi para uma verificação dos serviços efetuados.

Continua após a publicidade

O Cruze ainda passou pela inspeção veicular – obrigatória em São Paulo. “Atenderam na hora marcada e a medição demorou menos de 10 minutos. Os índices de poluentes estavam todos dentro do permitido”, disse o colaborador Silvio Gioia, que levou o carro até o posto de inspeção.

Consumo

No mês (21,8% na cidade): Etanol – 7,3 km/l
Desde nov./11 (32,5% na cidade): Etanol – 6,8 km/l

Principais ocorrências

3 394 km – Colisão leve. Rodas do lado esquerdo e para-lama direito atingidos
23 477 km – Colisão leve. Em manobra de ré, o para-choque atingiu uma pedra

No Carnaval, o Cruze foi até Brasília (DF), onde posou para uma foto em frente ao Memorial JK (esq.) | Joelho pode esbarrar nos botões de velocidade e temperatura, desregulando o ar-condicionado (dir.)

Continua após a publicidade
Publicidade