Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

BMW 320i M Sport, o sedã de luxo flex que é tão econômico quanto um HB20

Mesmo apostando em um conjunto mecânico mais “popular”, o 320i nunca esteve tão próximo dos seus irmãos maiores em sofisticação e tecnologia

Por Guilherme Fontana Atualizado em 29 jul 2021, 00h53 - Publicado em 2 jul 2021, 17h00

O BMW Série 3 se consagrou como o primeiro modelo turbo flex do mundo em 2014, quando começou a ser fabricado no Brasil. Os anos se passaram, o sedã trocou de geração, em 2018, e o motor que permaneceu praticamente intacto voltou a ser incorporado ao modelo que até agora era vendido apenas na versão 330i.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

BMW 320I
Visual é um dos atrativos do Série 3, que chegou ao Brasil em 2019 Fernando Pires/Quatro Rodas

Sendo assim, para ver se a mecânica flex ainda convence diante da evolução visual e tecnológica do carro, trazemos aqui o novo 320i M Sport, versão topo de linha entre as que podem beber etanol e que custa R$ 274.950.

A aparência é um dos pontos altos da sétima geração do Série 3, com linhas e elementos que remetem ao seu irmão maior, o Série 7. O apelo é reforçado nesta versão com o pacote estético M Sport, que tem para-choques exclusivos, rodas de 19 polegadas e logo M nos para-lamas.

BMW 320I
O cockpit esportivo tem o console ligeiramente voltado para o motorista e abusa do bom acabamento. Fernando Pires/Quatro Rodas

O conjunto é de bom gosto e permanece atraente nas ruas mesmo com dois anos no mercado. Além disso, algumas tradições não foram abandonadas, como o perfil típico de um BMW, com capô longo e cabine recuada. O Hofmeister Kink, a clássica curvatura da última janela repetida pela marca há décadas em seus modelos, também permanece vivo.

Por dentro, mesmo sendo uma das versões mais baratas da linha, o acabamento do 320i M Sport merece muitos elogios. O painel é inteiramente emborrachado e ganha sofisticação com a variedade de materiais e texturas.

O pacote M Sport inclui ainda colunas e teto pretos, cintos com faixas nas cores da divisão esportiva e o logo M no volante. Quando a noite chega, faixas de LED que podem mudar de cor iluminam o ambiente.

BMW 320I
Capô longo, cabine recuada e janela traseira arredondada são típicos dos BMW. Fernando Pires/Quatro Rodas

Entre os equipamentos de série, o 320i M Sport oferece quadro de instrumentos digital, ar-condicionado de três zonas, abertura e fechamento elétricos do porta-malas, sistema de som Harman Kardon, teto solar elétrico, piloto automático adaptativo e faróis full-LED.

  • A central multimídia só tem conexão com a plataforma Apple CarPlay, assim como o aplicativo para chave digital, disponível apenas para iPhone. O app transforma o smartphone na chave do veículo e oferece funções como limitar a velocidade máxima, por exemplo.

    Continua após a publicidade
    BMW 320I
    Os bancos têm ajustes elétricos na dianteira e são quatro opções de couro: preto, bege ou dois tons de marrom. O porta-malas é pequeno, com apenas 365 litros. Fernando Pires/Quatro Rodas

    O 320i é o tipo de carro que dá prazer ao dirigir. A posição de guiar é esportiva, o volante tem boa empunhadura e a direção é precisa: basta apontar e ela obedece à risca. A suspensão também pende para a esportividade por ser firme, o que pode ser um problema ao passar em ruas esburacadas. Apesar da rigidez dos amortecedores, não é comum chegar ao fim dos batentes e não há pancadas secas, mas convém fugir dos buracos.

    Os pneus também levam certa parcela de “culpa” pelo rodar mais rígido, já que são do tipo runflat e, portanto, têm as laterais mais duras. Eles possuem medidas diferentes na dianteira (225/40 R19) e na traseira (255/35 R19).

    Falando do motor, o principal foco desta avaliação, ele não corresponde a toda esportividade sugerida pelo visual e do restante dos sistemas do Série 3, mas também não faz feio considerando que estamos falando da versão de entrada.

    BMW 320I

    BMW 320I

    O 2.0 turbo flex entrega 184 cv e 30,6 kgfm (na geração passada eram 3 kgfm a menos) e está sempre acompanhado da transmissão automática de oito marchas e tração traseira.

    Ele vai bem e não passa vergonha em saídas e retomadas, tanto que em nossos testes, com gasolina, foi de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos. Só não espere grudar nos bancos enquanto acelera.

    Curiosamente, em acelerações mais fortes, o quatro-cilindros emite um ronco que lembra o som de um V6 e dá alguma emoção extra. E, se o desempenho não é arrebatador, existe a compensação no consumo, com as médias de 10,2 km/l na cidade e 15,7 km/l na estrada – são números próximos dos obtidos no Hyundai HB20 1.0 turbo, que registrou 12,6 km/l e 15,3 km/l, respectivamente.

    BMW 320I
    Para-choque possui fendas laterais e destaca as duas saídas de escapamento. Fernando Pires/Quatro Rodas

    VEREDICTO

    O motor pode até não empolgar, mas ainda convence e é econômico. Além disso, o 320i nunca esteve tão bonito.

    Teste de desempenho – BMW 320i M Sport

    • Aceleração:
      0 a 100 km/h: 7,6 s
      0 a 1.000 m:
      28,3 s – 188,2 km/h
    • Velocidade Máxima:
      235 km/h*
    • Retomada:
      D 40 a 80 km/h: 3,6 s
      D 60 a 100 km/h: 4,4 s
      D 80 a 120 km/h: 5,3 s
    • Frenagens:
      60/80/120 km/h – 0 m: 13,2/24,2/54,3 m
    • Consumo:
      Urbano: 10,2 km/l
      Rodoviário: 15,7 km/l
    • Ruído Interno
      Neutro/rpm máx.: 37,7/63,1 dBA
      80/120 km/h: 61,5/64,5 dBA
    • Aferição
      Velocidade real a 100 km/h: 96 km/h
      Rotação do motor a 100 km/h em 6ª marcha: 1.400 rpm
      Volante: 2 voltas
    • Seu bolso
      Preço básico: R$ 274.950
      Garantia: 2 anos
    • Condições do teste: alt. 660 m; temp., 26,5 °C; umid. relat., 50,5%; press., 1.012 mmHg

    Ficha Técnica – BMW 320i M Sport

    • Motor: flex, dianteiro, long., 4 cil., 16V, turbo, 1.998 cm³, 184 cv a 5.000 rpm, 30,6 kgfm a 1.350 rpm
    • Câmbio: aut., 8 marchas, tração traseira
    • Suspensão: ind. McPherson (diant.), multilink (tras.)
    • Freios: disco ventilado
    • Direção: elétrica, 11,4 (diâmetro de giro)
    • Pneus: 225/40 R19 (diant.), 255/35 R19 (tras.)
    • Dimensões: comprimento, 470,9 cm; largura, 182,7 cm; altura, 143,5 cm; entre-eixos, 285,1 cm; vão livre do solo, 13,6 cm; porta-malas, 365 l; tanque de combustível, 59 l  Peso, 1.460 kg

    *Dado de fábrica

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

    Capa de QUATRO RODAS 746
    Continua após a publicidade
    Publicidade