Clique e assine por apenas 8,90/mês

Aplicativo de preço

Por Redação - 11 jun 2012, 17h23

Por Péricles Malheiros

30 266 km

Sem um retorno efetivo da empresa dona da Kombi que colidiu com o nosso Cruze no fim de fevereiro, decidimos bancar os custos do reparo – orçado em 1071 reais pela Carrera. Desistimos de acio- nar nossa seguradora por uma questão de custo: a franquia (2 300 reais) sairia mais cara que o reparo.

Enquanto o caso da batida não se resolvia, o sedã parou na autorizada Codive, deVinhedo (SP), para a revisão dos 30 000 km. Como de praxe, deixamos o carro com a seguinte restrição: “Nenhum serviço está autorizado antes que o orçamento seja enviado”. Ao recebermos o valor por e-mail, o susto: 826 reais – 120 referentes ao serviço de alinhamento, balanceamento e rodízio, 32 por um kit de lubrificação de maçanetas e 674 da revisão em si, com uma simples troca de óleo de motor e respectivo filtro, mais o filtro de combustível. Questionamos a técnica que nos atendia do porquê da diferença em relação aos 352 reais (sem o alinhamento) indicados no site da Chevrolet. Como resposta, fomos surpreendidos com um “Então tá bom. Vou fazer pelo valor que está no site”. Em outras palavras, a Codive de Vinhedo tentou nos empurrar uma revisão pelo dobro do preço daquele sugerido pelo fabricante.

Voltamos a ligar para a autorizada após a retirada do carro e perguntamos o preço da revisão de 30 000 km de um Cruze. A mesma consultora insistiu que era preciso ter acesso ao carro para compor o orçamento. “E o preço que está no site da GM?”, insistimos.“Aquele preço baratinho não inclui a mão de obra.” Resposta errada: o valor, de acordo com o próprio site, inclui, sim, o serviço, além das peças.

Continua após a publicidade

Sobre a qualidade do serviço prestado, o único deslize ficou por conta do rodízio de rodas. O manual do proprietário prevê uma inversão de lado (direito e esquerdo) das rodas traseiras ao serem trocadas com as do eixo dianteiro. A Codive manteve o lado ao inverter as rodas entre os eixos.

Consumo

No mês (23,7% na cidade): Etanol – 7,5 km/l

Desde nov./11 (30,8% na cidade): Etanol – 6,9 km/l

O hodômetro indica 30000 km e atesta: o Cruze já cumpriu metade de sua jornada.

Continua após a publicidade
Publicidade