Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Geely estuda vender todas as suas marcas no Brasil… Até a Lotus

Conglomerado chinês controla 13 marcas: três delas já estão com lançamento no Brasil confirmado e outras podem ser anunciadas

Por Henrique Rodriguez, de Ningbo (China)
Atualizado em 8 jul 2024, 20h14 - Publicado em 8 jul 2024, 15h40

Em menos de 40 anos a Geely passou de fabricante de refrigeradores a um dos maiores conglomerados automotivos do mundo, dono de marcas como Volvo, Polestar, Smart, Lotus, Zeekr e Lynk & Co. E o Brasil está entre os principais mercados para sua expansão fora da China nos próximos anos.

Na verdade, essa expansão já começou. A Zeekr começa a vender seus carros elétricos de luxo no Brasil em setembro, enquanto a Polestar anunciou sua estreia no Brasil para 2025. As duas empresas terão operações completamente independentes da Volvo, que tem o Brasil como sede para suas operações para a grande maioria dos mercados onde atua.

Polestar 4 é SUV cupê elétrico e carro-chefe da Polestar atualmente
Polestar nasceu como divisão esportiva da Volvo e se tornou marca independente (Divulgação/Polestar)

Ainda tem a Riddara, que começará a vender a picape elétrica RD6 também em setembro, mas por meio de um distribuidor local.

Mas os planos da Geely são ainda maiores. O conglomerado chinês vem promovendo estudos sobre o mercado brasileiro para identificar oportunidades para todas as suas marcas, inclusive os próprios Geely, e até mesmo os carros esportivos da Lotus.

A Geely está no controle de 13 fabricantes de automóveis, contando com a LEVC, fabricante dos tradicionais táxis pretos de Londres – que hoje são elétricos.

Continua após a publicidade
Link & Co 05
Lynk & Co 05 (Link & Co/Divulgação)

Uma das mais cotadas para representar o próximo passo da Geely no Brasil é a Lynk & Co, que tem relativo sucesso no mercado europeu com seus SUVs híbridos plug-in com preços acessíveis. A maioria dos seus carros são baseados na plataforma CMA, do Volvo XC40.

Compartilhe essa matéria via:

A marca vive, hoje, seu processo de expansão para a Oceania, mas trata a América Latina como a próxima fronteira da sua expansão. Inclusive já tem acordo com representantes no Chile, Costa Rica e República Dominicana.

Lotus Emira
Lotus Emira acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 s e chega a 290 km/h de velocidade (Divulgação/Lotus)

Outra marca esperada é a Lotus, por conta da operação menor e por estar em uma nova fase, com produtos modernos em plena transição dos motores a combustão (fornecidos pela Mercedes-AMG) para os elétricos.

Continua após a publicidade
Rodas traseiras viram para melhorar capacidade de manobra do carro
Lotus Eletre (Divulgação/Lotus)

Na verdade, até já tem um carro elétrico: o Lotus Eletre, seu primeiro SUV, tem versões que entregam desde 611 cv a até 917 cv, caso do Eletre R, que promete aceleração de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos.

2025-Lotus-Emeya-907-13
Lotus Emeya (Divulgação/Lotus)

A carroceria do Lotus Eletre é feita em fibra de carbono e alumínio para se tornar mais leve e está cheia de buracos, que funcionam como túneis por onde o ar passa, desse modo, melhorando a aerodinâmica. Isso combina com as câmeras no lugar dos retrovisores.

O carro elétrico mais recente da empresa, porém, é o sedã elétrico Lotus Emeya, com a mesma mecânica do Eletre.

Geely Preface L
Geely Preface L (Divulgação/Geely)

A própria marca Geely poderia retornar ao Brasil, visto que chegou a ter seus carros vendidos no país entre 2012 e 2014. Hoje, porém, sua linha de produtos está mais moderna – alguns carros se valem dos motores 1.5 e 2.0 dos Volvo, por exemplo – e inclui duas linhas de carros elétricos: os mais baratos são os Geometry e os premium são os Galaxy.

Galaxy E8
Galaxy E8 (Divulgação/Geely)

Outras que também têm passado no Brasil são a Smart (que hoje só vende SUVs elétricos) a Lifan. Na verdade, a LIfan faliu há alguns anos e acabou sendo absorvida pela Geely, que a integrou à marca Maple formando a Livan, que desde 2023 vem procurando seu espaço no mercado chinês.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.