Clique e assine por apenas 8,90/mês

Volkswagen Golf Mk8 ganha vida em 2019, mas o que esperar do novo hatch?

Carro mais vendido pela marca no mundo, hatch médio ficará maior e mais tecnológico. Brasil deve demorar um bocado para recebê-lo

Por Leonardo Felix, Paulo Campo Grande, a37171 - 10 dez 2018, 12h12
Teaser antecipa um pouco como será a silhueta do Golf Mk8: faróis bem afilados, linha de cintura levemente ascendente e coluna C bastante larga Reprodução/Volkswagen

A Volkswagen confirmou: a oitava geração do icônico hatch médio Golf, carro mais vendido pela marca no mundo, será lançada no segundo semestre de 2019, já como ano-modelo 2020. Pelo menos na Europa.

O anúncio foi feito na semana passada, durante encontro de fim de ano entre membros do conselho da fabricante. O evento serviu para fazer um balanço do que a marca apresentou em 2018 e quais os planos para os anos seguintes.

Foi aí que o tema “Golf Mk8” entrou na jogada, embora poucos detalhes do modelo tenham sido revelados – fora um singelo teaser com o desenho do que será sua silhueta, além de algumas declarações sobre o que ele vai ganhar em termos de tecnologia.

Início da produção já está marcado para junho em Wolfsburg, Alemanha.

Cronograma de lançamentos da Volkswagen: olha o novo Golf ali previsto para meados de 2019 Reprodução/Volkswagen

Eis o que podemos esperar: plataforma será uma evolução da atual matriz modular MQB, abrindo possibilidade para a expansão de versões eletrificadas (sejam híbridas ou 100% elétricas).

A manutenção da base deve, inclusive, abrir discussões entre os fãs mais puristas sobre se o novo Golf será mesmo uma troca de geração.

Continua após a publicidade

De qualquer forma, é bem provável que o hatch médio fique mais comprido e largo, com entre-eixos saltando dos atuais 2,63 metros para algo próximo a 2,70 metros. Vale lembrar que o novo Jetta possui 2,69 metros nessa dimensão.

Nas configurações munidas de motor a combustão é difícil esperar por mudanças nas opções 1.5 e 2.0 turbo já oferecidas ao consumidor europeu. Outra promessa é que o Golf Mk8 traga novas soluções em condução semiautônoma e conectividade.

“O próximo Golf levará a Volkswagen à nova era de carros conectados. Estará sempre online e seus sistemas de assistência e cockpit digital serão referência em conectividade e segurança”, afirmou Karlheinz Hell, responsável global de projetos compactos/médios da Volkswagen.

Difícil prever como será o visual da próxima geração, especialmente porque os traços do teaser são ainda bem genéricos.

Volkswagen Golf Comfortline
Volkswagen Golf 2019: hatch foi recentemente reestilizado no Brasil, portanto troca de geração deve ficar para 2021 Divulgação/Volkswagen

E o Brasil? Bem… Por aqui o Golf Mk8 deve demorar um bocado a chegar, visto que o facelift da sétima geração chegou ao nosso mercado em junho deste ano, um ano e oito meses depois de ser lançado ao consumidor da Europa.

Difícil imaginar, portanto, que a oitava geração nos seja apresentada antes do primeiro semestre de 2021.

Há boas chances de que o Golf de oitava geração seja vendido somente como modelo importado por aqui, abrindo a linha de montagem de São José dos Pinhais (PR), onde o modelo é atualmente montado, para produção da picape compacta-média Tarok.

Continua após a publicidade
Publicidade