Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Volks expande assinaturas de SUVs e afirma: ‘não seremos mais fabricante’

T-Cross e Taos passam a ser oferecidos via serviço de assinatura pela Volkswagen, cada vez mais dedicada à mobilidade

Por Eduardo Passos 2 set 2021, 18h23
Volkswagen Taos Comfortline
Assinatura do Volkswagen Taos Comfortline custa entre R$ 3.990 e R$ 4.079 ao mês Fernando Pires/Quatro Rodas

Dois anúncios que se completam: poucas horas após anunciar a expansão da sua plataforma de assinaturas de carros no Brasil a Volkswagen foi ainda mais incisiva, afirmando que “não será mais uma fabricante de carros”, dessa vez ao anunciar serviço semelhante no mercado alemão.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90

São anúncios distintos mas que se unem em uma estratégia global, alinhada à ideia (ou tendência) de que cada vez mais teremos mais coisas, ao mesmo tempo em que seremos donos de quase nada.

“Um número crescente de pessoas não quer ter um veículo permanentemente, mas ter o uso exclusivo de um por determinado período”, explicou o executivo de Vendas e Marketing da matriz, Klaus Zellmer.

Para que não restassem dúvidas e que nenhuma manchete fosse taxada de sensacionalista, Zellmer completou: “Como parte de nossa estratégia ACCELERATE, continuaremos nossa rápida e sistemática transformação de fabricante de carros a provedora de serviços de mobilidade”.

É algo próximo do que propõe o revigorado Volkswagen Sign&Drive, oferecido até então em alcance limitado ao estado de São Paulo. Agora o programa de carro por assinatura da VW estará disponível em toda rede de concessionárias da marca no Brasil.

Volkswagen T-Cross Comfortline
Volkswagen T-Cross Comfortline é modelo mais simples à assinatura Divulgação/Volkswagen

O funcionamento é o mesmo: com base no veículo escolhido, franquia mensal de quilometragem e tempo de contrato (que serve de base à multa em caso de cancelamento prematuro) chega-se a uma parcela fixa por todo o período, que pode ser de 12, 18 ou 24 meses. Uma comodidade bem destacada pela Volks, sem citar diretamente a inflação cada vez maior.

Além do T-Cross, disponível desde o lançamento paulista do Sign&Drive, a Volkswagen celebrou a expansão com a entrada do novo Taos no portfólio, em versões Highline e Comfortline tal como seu irmão menor.

Continua após a publicidade

“É um serviço de assinatura criado para atender à maneira contemporânea de se consumir carros”, ressaltou o VP de Vendas e Marketing da Volkswagen do Brasil, Roger Corassa, alinhadíssimo com seu equivalente europeu.

  • Para os brasileiros da Volkswagen o serviço de assinatura é ideal para aqueles mais acostumados às “melhores tecnologias”, majoritariamente alinhadas a conceitos de economia circular e assinatura ao invés de aquisição. O perfil desse cliente, segundo pesquisas da marca, corresponde a homens e mulheres entre 30 e 45 anos e com ensino superior, em busca de carros que são vendidos entre R$ 100.000 e R$ 220.000.

    As comodidades, entretanto, podem seduzir outros fregueses. Todos os planos incluem na parcela documentação, licenciamento, emplacamento, IPVA e seguro obrigatório. A manutenção preventiva é realizada gratuitamente na rede concessionária. E caso o cliente exceda a quilometragem mensal (1000, 1800 ou 2500 km), paga-se R$ 0,50/km a mais.

    E o Nivus?

    vw nivus comfortline
    Bem elogiado, Nivus vem sendo fabricado “na raça” e será acrescentado posteriormente ao portfólio do aluguel Fernando Pires/Quatro Rodas

    Mesmo sendo um dos modelos mais aclamados pela clientela, o Volkswagen Nivus foi ausência notável, ainda que já custe mais do que R$ 100.000 em sua versão básica. Segundo a (ainda) fabricante, isso é culpa da fila de espera de compradores do SUV cupê: “é um carro extremamente desejado e que está vendendo muito (…). Não seria justo com os clientes (…) atender mais esse canal”, disse Corassa.

    A questão, porém, ultrapassa números frios. Ainda que 27.000 Nivus tenham sido emplacados neste ano no Brasil, o T-Cross, mais caro e prestigiado, teve vendas na casa 40.000 exemplares — cerca de 45% a mais. Acontece que a gravíssima crise de matérias-primas cobrou seus sacrifícios e, na estratégia da alemã, restou ao SUV compacto e ao Fox concentrarem maior parte do ônus.

    Quem está louco para assinar o irmão mais velho do VW Taigo, entretanto, pode se agarrar à certeza de que, zerada a fila de espera, o Nivus também estará no VW Sign&Drive. Com seus dois primeiros utilitários à disposição, o serviço pode ser contratado via internet ou em uma concessionária da Volkswagen. O prazo entre negócio fechado e carro na garagem é de até 45 dias.

    Preços do Volkswagen Sign&Drive*:

    MODELO MENSALIDADE
    T-Cross Comfortline R$ 2.439
    T-Cross Highline R$ 2.619
    Taos Comfortline R$ 3.399
    Taos Highline R$ 3.749

    *Planos de 24 meses com 1.000 km/mês de franquia

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Quatro Rodas

    Capa quatro rodas 748 agosto 2021
    Capa quatro rodas 748 agosto 2021 A edição 748 de QUATRO RODAS já está nas bancas!
    Clique e Assine
    Continua após a publicidade
    Publicidade