Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Prima distante dos Volvo, Yuancheng FX é a picape mais bizarra já feita

Com plataforma monobloco de SUV, utilitário poderia ser semelhante a uma Fiat Toro, mas a caçamba é um enxerto no lugar do para-choque traseiro

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 22 set 2020, 23h48 - Publicado em 22 set 2020, 12h30
Picape tem como base o utilitário esportivo Geely Boyue PRO Internet/Reprodução

A picape Yuancheng FX deverá concorrer ao título de modelo mais bizarro já criado – superando com facilidade o criticado Pontiac Aztek. Afinal, o modelo é quase um SUV, mas o espaço que seria do porta-malas (ou de uma terceira fila de assentos) foi transformada em caçamba.

Não reconheceu a marca? É apenas uma das doze ramificações da gigante Geely (sim, a dona da Volvo). Aliás, o utilitário tem como base o Boyue PRO, que ostenta o emblema da empresa principal e é vendido até como Proton X70 na Malásia.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 8.90

Essa é a primeira vez que os chineses desenvolvem uma picape de estrutura monobloco, como é nossa Fiat Toro – e até modelos maiores, como Chevrolet Avalanche e Honda Ridgeline. No visual, lembra a SsangYong Actyon Sports.

É curioso notar como tudo se manteve praticamente igual ao SUV até a última coluna. Mas o enxerto prolonga a picape em 36,1 cm em relação ao Boyue PRO: são 4,90 m de comprimento (nossa Renault Duster Oroch tem 4,69 m).

Continua após a publicidade

Mudanças foram aplicadas apenas depois da última coluna Internet/Reprodução

O fabricante chinês não divulga a capacidade de carga da picape e nem mesmo tamanho da nova caçamba – o porta-malas do utilitário esportivo original também é mantido sob segredo. Mas o entre-eixos de 2,67 m é igual ao SUV Geely.

Fabricante não divulga capacidade de carga e dimensões da caçamba Internet/Reprodução

Já disponível no mercado asiático, a Yuancheng FX é oferecida sempre com motor 1.8 turbo 186 cv e 30,6 kgfm em conjunto com câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas. Por lá, os preços partem de R$ 101.000.

Painel se manteve igual ao modelo original utilizado como base Internet/Reprodução

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês