Clique e assine com até 75% de desconto

Peugeot Landtrek é picape que só vem em 2022, mas estreia agora no México

Nova picape média derivada de projeto chinês virá para enfrentar Chevrolet S10 e Toyota Hilux com motor diesel de apenas 150 cv

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 31 out 2020, 17h04 - Publicado em 31 out 2020, 16h15
Modelo deve chegar ao Brasil até 2022- Divulgação/Peugeot

A nova Peugeot Landtrek é a aposta dos franceses para brigar no segmento de picapes contra Chevrolet S10, Ford Ranger, Toyota Hilux e cia. E o modelo feito em parceria com a chinesa Changan já tem data para estrear na América Latina: 24 de novembro.

Neste ano, o lançamento deverá começar pelo México e também países da América Central. Depois, será a vez da picape média chegar às concessionárias da Argentina e do Brasil, quando começar a ser produzida na fábrica terceirizada da Nordex, no Uruguai, que já monta o Peugeot Expert e o gêmeo Citroën Jumpy.

Nossa região será um dos principais focos da Landtrek no mundo, além da África, já que esse segmento de utilitários de passeio é inexpressivo no continente europeu (onde as picapes são veículos de trabalho) e há muita concorrência local no mercado asiático.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine por apenas R$ 5,90

De acordo com o site Autoblog Argentina, a Peugeot oferecerá três motorizações da picape: 2.4 turbo a gasolina com 240 cv e 32,6 kgfm, com câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas; além do 1.9 turbodiesel de 150 cv e 35,7 kgfm com câmbio manual.

Continua após a publicidade
Picape média da Peugeot foi desenvolvida em parceria com a fabricante chinesa Changan Divulgação/Peugeot

Derivada das asiáticas Changan Hunter e Kaicene F70, a nova Landtrek oferece espaço para até seis pessoas e capacidade de carga de 1.000 kg. Na lista de equipamentos há ainda central multimídia de 10 polegadas, câmera de 360º e quadro de instrumentos digital.

Versões mais completas contarão com sistema de visão externa com câmeras 360º para detecção de obstáculos Divulgação/Peugeot

Ainda não há confirmação de quando o modelo poderá desembarcar por aqui, só que a previsão é de que a novata chegue às lojas brasileiras até 2022. Também não há nada oficial em relação às configurações e motorização que podem vir ao nosso mercado.

Não dá para esquecer que, antes da finada Peugeot Hoggar, derivada do 206 atualizado – e rebatizado como 207 –, a marca francesa já ofereceu a Pick-Up 504, que era trazida da Argentina e chamava atenção pela capacidade de carga (1.300 kg) e motor a diesel.

Peugeot/Reprodução

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Continua após a publicidade
Publicidade