Perto da morte, Ford Fiesta deixa ar premium e fica mais barato que o Ka

Marca reduz preços das três versões sobreviventes do hatch em até R$ 1.700. Modelo será tirado de linha no fim deste ano

Fiesta ficou até R$ 1.700 mais barato em maio

Fiesta ficou até R$ 1.700 mais barato em maio (Ford/Divulgação)

A retirada de linha da Ranger flex não foi a única mudança provocada pela Ford em sua gama de produtos no mês de maio. A fabricante promoveu também uma redução na tabela de preços do New Fiesta.

Prestes a morrer no fim deste ano, quando a linha de montagem de São Bernardo do Campo (SP) será desativada, o compacto então visto (e vendido) com status de carro premium ficou até R$ 1.700 mais barato em suas três versões.

Isso significa que os R$ 50.990 cobrados pela versão de entrada, SE 1.6 manual – que antes custava R$ 52.690 -, estão mais em conta do que os R$ 52.440 exigidos por uma versão equivalente do Ka, a SE 1.5 manual.

Até então, o Fiesta sempre ocupou uma faixa de preços superior em relação ao irmão produzido em Camaçari (BA), posicionado como modelo de entrada da marca no país.

Com a aposentadoria iminente, porém, é preciso trabalhar com etiquetas mais agressivas a fim de desencalhar as unidades paradas em estoque.

Vale observar que concessionários já vinham aplicando descontos nesse patamar por conta para atrair clientes. Veja como ficou a tabela do hatch a partir de maio:

Versão Preço atual Preço anterior Valor da redução
SE 1.6 R$ 50.990 R$ 52.690 R$ -1.700
SE Style 1.6 R$ 54.990 R$ 56.590 R$ -1.600
SEL 1.6 R$ 56.610 R$ 58.090 R$ -1.480

A versão SE do Fiesta traz de série chave canivete, alarme, trio elétrico, direção elétrica, ar-condicionado, ajuste de altura do banco do motorista e de altura e profundidade do volante, rodas de aço aro 15 com calotas, faróis de neblina, Isofix para cadeirinhas infantis, sensores de estacionamento traseiros e central multimídia Sync de geração anterior.

Na SE Style são aplicados controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, retrovisores externos com luzes de seta integradas e rodas de liga leve aro 16. Também há diferenças no acabamento de grade e nos faróis dianteiros.

Por fim, a SEL acrescenta chave programável, acabamento interno exclusivo, ar-condicionado digital, rodas de liga leve aro 15 (sim, menores que da SE Style!) e sistema Sync atualizado com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e compatibilidade para Apple CarPlay e Android Auto.

Todas estão equipadas com motor quatro-cilindros 1.6 aspirado flex de 128 cv, gerenciado por câmbio manual de cinco marchas (uma geração atrás do câmbio do atual Ka).

Na virada de abril para maio, a Ford também promoveu uma redução de R$ 3 mil na versão Titanium do EcoSport, aquela que trocou o estepe pendurado na tampa do porta-malas por pneus do tipo run flat e um kit para reparo emergencial.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Juarez Linhares de Souza

    Se a ford tivesse usado já no lançamento essas etiquetas de preços o carro teria outro destino. Um carrinho honesto, sem vícios.