Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Novo Astra Sports Tourer é a perua que gostaríamos de ter no Brasil

Primeira geração da perua com plataforma francesa repete muito do visual do Astra hatch na frente e na traseira, mas porta-malas é muito maior

Por Henrique Rodriguez Atualizado em 1 dez 2021, 07h25 - Publicado em 1 dez 2021, 07h22

Não é só os hatches, os sedãs médios também estão desaparecendo no Brasil. As peruas, então, já se foram há tempos. O lançamento da nova geração da Opel Astra Sports Tourer nos faz ter saudade dos tempos do Chevrolet Astra Wagon, do Peugeot 307 SW, do Renault Megane Grand Tour e dos Volkswagen Jetta e Golf Variant.

Black friday! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

Esta é a primeira perua do Astra lançada desde que a Opel se tornou parte da PSA e, agora, da Stellantis. Por isso, também é a primeira baseada na plataforma modular EMP2, de origem francesa. A dianteira segue o estilo da nova geração do Astra, com direito aos faróis com leds diurnos integrados por uma grade preta brilhante com molduras cromadas.

Opel-Astra-Sports-Tourer
Divulgação/Opel

A traseira é uma adaptação da traseira do hatch, com direito às mesmas lanternas de leds avançando sobre a tampa do porta-malas. Mas esta tampa tem abertura maior, para facilitar o acesso ao compartimento, o que obrigou o para-choque a ser um pouco mais baixo.

Opel-Astra-Sports-Tourer
Divulgação/Opel
Continua após a publicidade

A nova Astra Sports Tourer tem 4,6 m de comprimento, 1,8 m de largura e 1,4 m de altura e porta-malas com bons 608 litros, que podem chegar aos 1.634 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Opel-Astra-Sports-Tourer
Divulgação/Opel

A Opel ainda não divulgou todos os detalhes mecânicos da perua, mas a expectativa é pelos principais motores que equipam o Astra hatch, começando pelo três-cilindros 1.2 turbo em versões de 110 e 130 cv, além do 1.5 turbodiesel de 130 cv.

Opel-Astra-Sports-Tourer
Divulgação/Opel

Também são esperadas duas versões híbridas plug-in, com motor 1.6 turbo, um motor elétrico e bateria de 12,4 kWh, entregando potência máxima de 180 cv e 225 cv, respectivamente. Com o sistema híbrido, o porta-malas será reduzido aos 548 litros. De acordo com a Opel, apenas as versões a gasolina e diesel terão assoalho do porta-malas ajustável em dois níveis.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

CAPA 751 quatro rodas

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês