Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nissan Ariya é SUV elétrico com autonomia de Kicks e 389 cv de potência

Novo modelo será lançado em 2021, estreia novo logotipo da empresa e antecipa visual dos próximos lançamentos

Por Daniel Telles - 16 jul 2020, 12h43
Novo Ariya chega ao Japão na metade de 2021 Divulgação/Nissan

O SUV elétrico Ariya foi apresentado no estande da Nissan no Salão de Tóquio de 2019 como conceito. Agora, quase um ano depois, o modelo foi oficialmente lançado, mas ainda sem perder seu jeitão futurista.

Quer ter acesso a todos os conteúdos exclusivos de Quatro Rodas? Clique aqui e assine com 64% de desconto.

Projetado em uma carroceria fastback, que possivelmente adianta o visual dos próximos lançamentos da marca, o Ariya é totalmente elétrico e será oferecido em quatro opções de conjunto motriz.

Carroceria é acupêzada, ao estilo do VW Nivus Divulgação/Nissan

A versão topo de linha terá tração integral e bateria de 90 kWh, capaz de gerar um total de 389 cv de potência, 61,1 kgfm de torque e atingir os 100 km/h em parcos 5,1 segundos.

Continua após a publicidade

De acordo com a Nissan, esta configuração terá velocidade máxima de 200 km/h e uma autonomia de 580 km com uma única carga.

Para se ter noção, a autonomia é quase a mesma que a do Nissan Kicks a combustão, que tem tanque de 41 litros e marcou 14,4 km/l em nosso teste de consumo rodoviário.

Teto ostenta duas antenas do tipo barbatana de tubarão Divulgação/Nissan

Como dito acima, o carro não mudou tanto em relação ao conceito e seu interior comprova ainda mais esta afirmação. De acordo com a marca, a cabine remete a uma “elegante sala de café em uma nave estelar”.

Seja lá o que isso queira dizer, há duas telas de 12,3 polegadas para central multimídia e painel digital e uma completa ausência de botões físicos, substituídos por uma parte do painel que é sensível ao toque.

Continua após a publicidade
Segundo a Nissan interior tem o estilo de um lounge Divulgação/Nissan

Outra novidade introduzida pelo Ariya é o novo logotipo da Nissan. De aparência mais moderna, a estampa substitui a antiga usada desde 2001.

Voltando aos atributos do carro, a marca equipou o SUV com seu sistema de direção autônoma ProPILOT 2.0, que permite ao motorista soltar o volante em certas ocasiões.

Novo logotipo será usado em todos os carros daqui pra frente Divulgação/Nissan

O Ariya chega primeiro ao Japão na metade de 2021, com preço fixado em 5 milhões de yens, aproximadamente R$ 250.000. Alguns meses depois, o carro desembarca nos mercados europeu, norte-americano e chinês.

Dianteira não abandonou as lanternas em formato de T Divulgação/Nissan

No entanto, de acordo com a agência de notícias Reuters, a expectativa de vendas da Nissan para o carro não é das melhores.

Continua após a publicidade

A marca estaria planejando vender 30.000 unidades do SUV nos dois primeiros anos de mercado, número bem menor, por exemplo, que os 500.000 X-Trail (SUV mais vendido da Nissan) comercializados anualmente.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Fernando Pires/Quatro Rodas

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade