Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Mercedes e Prius surpreendem no segmento dominado pelo Corolla

Classe C nacional e o híbrido mais barato do Brasil se destacaram entre os sedãs médios

Por Rodrigo Ribeiro
Atualizado em 17 jan 2018, 11h55 - Publicado em 16 jan 2018, 15h27
Sedãs médios
(reprodução/Divulgação)

O domínio do Toyota Corolla no segmento de sedãs médios já virou uma tradição no Brasil há pelos menos 10 anos. Não foi diferente em 2017.

No ano passado o três-volumes japonês teve 66.188 unidades emplacadas, índice que o deixou como o sétimo automóvel mais vendido do Brasil – à frente dele, apenas modelos populares.

É também o segundo lugar entre os sedãs que mais encontraram clientes, ficando atrás apenas do Chevrolet Prisma – e por uma pequena margem de 2.800 carros.

Entre os sedãs médios, o predomínio foi avassalador: o Honda Civic, segundo colocado, acumulou 25.871 emplacamentos, com o Chevrolet Cruze em terceiro (19.192) e o Volkswagen Jetta em um distante 4º lugar (7.669).

Continua após a publicidade

Veja abaixo a tabela completa – e perceba que o Corolla vendeu mais que Civic, Cruze, Jetta, Focus, Sentra e C4 Lounge somados!

1 Toyota Corolla 66.188
2 Honda Civic 25.871
3 Chevrolet Cruze sedã 19.192
4 VW Jetta 7.669
5 Ford Focus sedã 6.163
6 Mercedes Classe C 4.883
7 Nissan Sentra 3.861
8 Citroën C4 Lounge 3.313
9 BMW Série 3 2.966
10 Audi A3 Sedan 2.819
11 Toyota Prius 2.450

Entre os sedãs das marcas de luxo, alguns modelos surpreenderam. Mesmo com a versão mais barata custando R$ 178.900, o Mercedes-Benz Classe C vendeu 4.883 unidades em 2017, o que o colocaria na 6º posição entre os sedãs.

BMW Série 3 (2.966) e Audi A3 Sedan(2.819) também não fariam feio no ranking de vendas, assim como o Ford Fusion (4.401), cujas versões mais simples chegam perto do patamar de preços das versões top de linha dos sedãs médios.

Classificado como sedã médio pela Fenabrave, o híbrido Toyota Prius começou a mostrar sua força e vendeu 2.405 unidades no país em 2017, número que o colocaria como o sétimo modelo mais vendido na tabela acima.

Se o número não impressiona em um primeiro momento, mas vale destacar que o Toyota é importado e não conta com nenhum tipo de benefício fiscal.

Caso os principais pedidos das fabricantes para o Rota 2030 se concretizem, o futuro Prius nacional com motor flex poderá ter um preço menor e subir ainda mais na tabela dos mais vendidos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.