Os carros mais vendidos para pessoas físicas e jurídicas em 2017

Se analisarmos separadas as vendas para pessoas físicas e jurídicas, o ranking sofre curiosas variações

Não houve mudanças visuais na linha Sandero / Logan Uber ou táxi? 74,8% dos Logan vendidos este ano foram para frotistas

Uber ou táxi? 74,8% dos Logan vendidos este ano foram para frotistas (Christian Castanho/Quatro Rodas)

Apesar de fazerem parte das ciências exatas, nem sempre os números mostram a vida real. No mercado automotivo, as vendas divulgadas somam as destinadas ao varejo (pessoas físicas, intermediadas pelas concessionárias) e diretas (quando é o próprio fabricante quem emite a nota fiscal).

Vale esclarecer: é o fabricante quem realiza a venda, pois o comprador pode ser uma empresa, como frotistas e/ou locadoras. Mas também entram na conta algumas operações realizadas nas concessionárias como, por exemplo, vendas feitas para taxistas, produtores rurais e PcD (Pessoas com Deficiência).

Se separarmos os dois tipos de venda, o ranking sofre grandes mudanças e é possível descobrir quais são os carros preferidos pelas pessoas e pelas empresas.

Vendas diretas respondem por 76,5% dos emplacamentos do Chevrolet Trailblazer

Vendas diretas respondem por 76,5% dos emplacamentos do Chevrolet Trailblazer (Divulgação/Chevrolet)

Na liderança, não tem para ninguém: o Onix continua como o mais vendido: 64,6% dos emplacados de janeiro a novembro foram para o varejo.

Já o Sandero, em 5º lugar no ranking geral, vai para 12º entre as pessoas físicas, enquanto o Gol passa de 4° para 7°, revelando o peso de frotistas e locadoras entre eles.

O Toyota Etios segue caminho inverso, sobe de 12º no geral para 8º no varejo. Já o Renault Kwid passa de 32° para 24° – apenas 4.722 das 19.950 unidades emplacadas até novembro foram para vendas diretas.

 os SUVs sobem posições: o HR-V, que figura como o 5º carro mais vendido do país (ante o 11º no ranking geral), e o Creta, que passa de 19º para 13º. Porém, 2017 pode fechar com mais um integrante no topo do ranking, o Kwid.

Na vice-liderança em seu primeiro mês de vendas, o compacto da Renault teve 6.795 unidades (de 10.358 totais) emplacadas em vendas no varejo em setembro.

Renegade é o SUV compacto com maior participação de vendas diretas em seus emplacamentos

Renegade é o SUV compacto com maior participação de vendas diretas em seus emplacamentos (Jeep/Divulgação)

Mas empresas têm predileção especial por alguns modelos. Abaixo, os automóveis com maior participação de vendas diretas em seus emplacamentos até novembro:

1° – Chevrolet Trailblazer – 76.5%

2° – Renault Logan – 74,8%

3° – Volkswagen Voyage – 72,1%

4° – Fiat Uno – 71,9%

5° – Citroën C4 Lounge – 68,6%

6° – Chevrolet Cobalt – 63,4%

7° – Chevrolet Spin – 62,7%

8° – Renault Sandero – 57,4%

9° – Jeep Renegade – 54,2%

10° – Ford Ka Sedan – 53%

O comercial leve em primeiro lugar no ranking do varejo é a Hilux, com 24.435 unidades. Mas a Fiat Strada lidera quando o assunto é vendas diretas. Isso tem explicação: 90,2% das 47.967 Strada emplacadas até novembro foram para empresas.

Para a VW Saveiro este tipo de negócio corresponde por 80,1% das vendas. Contudo, a picape compacta favorita dos frotistas é a Chevrolet Montana, com 96,2% entregues para empresas.

Quase todas as Montana vendidas em 2017 partiram de vendas diretas

Quase todas as Montana vendidas em 2017 partiram de vendas diretas (Divulgação/Chevrolet)

Esse cálculo mostra algumas curiosidades. Enquanto 70% das Fiat Toro emplacadas são oriundas de vendas diretas, apenas 26% dos Hyundai HR, 19,% das Toyota Hilux e 32,5% do Renault Master têm o mesmo destino.

Os comerciais leves com maior participação de vendas diretas:

1° – Chevrolet Montana – 96,2%

2° – Renault Kangoo – 92,4%

3° – Fiat Strada – 90,2%

4° – Citroën Jumper – 86,1%

5° – Fiat Doblò – 86%

6° – Renault Master – 82,5%

7° – Volkswagen Saveiro – 80,1%

8° – Fiat Fiorino – 79,7%

9° – Peugeot Boxer – 79%

10° – Fiat Ducato – 78,9%

Vendas no varejo (até novembro)

1º Chevrolet Onix – 110.495

2º Hyundai HB20 – 79.367

3º Ford Ka – 50.781

4º Chevrolet Prisma – 41.032

5º Honda HR-V – 38.902

6º Toyota Corolla – 36.186

7º VW Gol – 35.600

8º Toyota Etios – 32.184

9º VW Fox/CrossFox – 29.801

10º Jeep Compass – 27.904

Vendas diretas (até novembro)

1º Chevrolet Onix – 87.910

2º Hyundai HB20 – 64.853

3º Fiat Strada – 43.270

4° Ford Ka – 41.335

5º Chevrolet Prisma – 33.864

6° Fiat Toro – 32.613

7° Volkswagen Saveiro – 31.362

8º Honda HR-V – 31.302

9º Toyota Corolla – 29.873

10º VW Gol – 29.596

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Wilson Konig

    Tem algum erro aí, o HR-V vendeu 47.775 no ano de 2017, então como pode ter vendido 38 mil no varejo e 31 mil na venda direta? Corolla também com erro, pois vendeu 66.188 de janeiro a dezembro, e nesse ranking só conta até novembro, daria 66.059. Tudo bem que os carros apontados vendem bem, mas não precisa inflacionar…