Clique e assine por apenas 8,90/mês

Mercedes Classe G retorna ao Brasil custando mais de R$ 1 milhão

O SUV só está disponível nas opções topo de linha com motor V8 4.0 biturbo de 585 cv; preços partem de R$ 1.049.900

Por Raphael Panaro - Atualizado em 17 set 2018, 10h02 - Publicado em 17 set 2018, 09h52
Nova geração do utilitário ganhou discretas modernidades estéticas Divulgação/Mercedes-Benz

Tem R$ 1.049.900 na conta bancária? Então você já pode adquirir o novo Mercedes-Benz Classe G no Brasil. Revelada no começo deste ano, a nova geração do clássico utilitário acaba de chegar em versão única.

Porém, a falta de opções na concessionária está longe de ser uma má notícia: a configuração escolhida para desembarcar no nosso mercado é a G 63, que tem chancela da divisão esportiva AMG e 585 cv de potência.

O mérito é do V8 4.0 biturbo, que ainda produz estrondosos 86,7 mkgf de torque entre 2.500 rpm e 3.500 rpm. Com tração integral, câmbio automático de nove marchas e quase 2,5 toneladas, o SUV chega aos 100 km/h em 4,5 s.

O característico estepe pendurado na traseira continua, assim como as pequenas lanternas Divulgação/Mercedes-Benz

O AMG G 63 vem com cinco modos de condução (Slippery, Comfort, Sport, Sport+ e Individual). Cada um altera parâmetros do carro, como resposta do motor, transmissão, rigidez da suspensão e direção.

O jipão também encara o fora de estrada como três modos (Areia, Trilha e Pedra). Os três diferenciais (dianteiro, traseiro e central) totalmente blocantes com reduzida estão acoplados ao novo câmbio.

O design quadradão – que ainda remete ao modelo original, que estreou em 1979 – foi apenas modernizado nesta geração. E a grade Panamericana, exclusiva para modelos AMG, também está lá.

Continua após a publicidade

Os faróis Multibeam são novos e utilizam 84 módulos leds para iluminar a superfície da estrada automaticamente, sem ofuscar quem vem no sentido oposto da via.

O formato dos faróis redondos é replicado nas saídas de ar laterais e o dos piscas nos tweeters do painel Divulgação/Mercedes-Benz

Dentro, destaque para as duas telas 12,3 polegadas que se fundem visualmente sob uma cobertura de vidro. Elas são personalizáveis e têm três diferentes formatos de exibição: Classic, Sporty e Progressive.

Edição 1

O AMG G 63 também desembarca no Brasil na chamada Edition 1, uma série especial produzida apenas no primeiro ano de lançamento, com pequenas diferenças na carroceria e no habitáculo.

Por fora, o modelo vem com o pacote AMG Night, que incorpora detalhes em preto brilhante e faixas esportivas laterais em cinza grafite fosco.

A Mercedes-Benz escolheu o tom vermelho-clichê para uma faixa decorativa da capa dos retrovisores e na borda do aro das rodas de 22 polegadas.

A cor continua pelo interior, nas costuras do painel e assentos, console central, painéis de porta e bancos traseiros. Todos esses detalhes extras se refletem no preço: são R$ 130.900 extras, o que dá um total de R$ 1.179.900 – mais caro que o esportivo AMG GT R, que custa R$ 1.118.000 e tem o mesmo motor.

A versão especial Edition 1 tem o tom mais esportivo com pintura fosca e detalhes em vermelho por fora e por dentro Divulgação/Mercedes-Benz
Continua após a publicidade
Publicidade